Mudanças Abruptas

Análise Semanal Ibovespa

14/02/2018 a 16/02/2018

 

ANÁLISE SEMANAL - Bovespa DIÁRIO ( dados de fechamento)

IMA crash - DIÁRIO= 0,911

IMA entrada - DIÁRIO= 0,00

 

O IMA-crash diário caiu mais um pouco nessa semana e depois estacionou em 0,91 pontos. Está perdendo força e na maioria das vezes que isso ocorre, é sinal de reversão de tendência de longo prazo.

Uma queda maior do que a vista na semana passada antes do Carnaval pode estar sendo iniciada, lentamente. Um sinal de que a beirada do "barranco" está amolecendo, o que é perigoso, principalmente para o investidor pequeno e que pensa no longo prazo.

A notícia da semana não poderia ser diferente. A intervenção militar no Rio de Janeiro. A repercussão é grande nos grandes veículos internacionais que cobrem os mercados.

Na Bloomberg e The Guardian, falaram da apreensão sobre essa tomada de poder por parte dos militares. Claro que o Rio está precisando de "ordem", de segurança e de responsabilidades.

É como um sociólogo falou: "Pézão morreu para a política".

Alguns comentaristas até apontam que o governador Pezão fez de propósito com a PM local, deixando as ruas desguarnecidas para a intervenção. Por que isso? Alguns comentaristas afirmam que é uma forma de amenizar a possível derrota do governo na reforma da previdência.

Sendo isso, ou não, o fato é que essa intervenção não será "suco doce". Muita coisa ruim vai acontecer nos próximos dias. Uma guerra de ego entre as polícias deverá acontecer. Afinal, quem manda em quem?

E isso vai, com certeza, agitar o mercado no Brasil. A volatilidade que já está alta, deve se tornar ainda maior com as notícias a partir de segunda-feira.

Se combinarmos isso com algum evento ruim no exterior, um grande nervosismo pode tornar a bolsa ainda mais instável do que já está.

Os títulos da dívida pública de longo prazo não respondem às quedas na Selic. Por que?

Porque os investidores de grande porte, que compram os maiores volumes de títulos, não estão vendo essa baixa dos juros como uma recuperação sólida da economia no Brasil.

Uma prova disso é que o IBGE, liberou hoje o resultado dos serviços no Brasil no ano passado. E como venho escrevendo aqui, foi péssimo. Queda de quase 3%, um setor sensível e termômetro importante para uma recuperação, se ela realmente existisse.

No exterior, outros fundos estão balançando com esse sobe e desce nas bolsas. E para complicar, surgiu na Bloomberg uma notícia de que poderiam estar manipulando os valores do VIX.

O que é o VIX?

VIX é um índice que mede a volatilidade dos mercados. É uma outra maneira, assim como o desvio padrão, a variância estatística, de medir o grau de variabilidade dos preços.

Acontece que desde muito tempo, o mercado financeiro resolveu "operar" comprando e vendendo VIX, como se fosse o preço de algo. É loucura, mas é isso mesmo.

E então, agora, muitos analistas internacionais estão suspeitando que o VIX de alguma forma está sendo forçado com o movimento dos fundos, hora para subir, hora para cair.

Se essa fraude for verdade, muita gente vai se dar mal.

Os estrangeiros venderam bastante ações do Brasil e levaram os lucros de volta para a origem. O fluxo de estrangeiros na Bovespa ainda assim foi positivo, mas dependendo do desenrolar da intervenção no Rio, poderemos ter um fluxo negativo de estrangeiros na semana que vem.

Ou seja, as vendas poderão aumentar. Esse cenário pode ser visto no gráfico do monitor de estrangeiros.

 

 

ANÁLISE SEMANAL - Bovespa INTRADIÁRIO ( dados a cada 15 minutos)

A linha vermelha é a análise da Transformada Wavelet do Ibovespa para o nível de estresse e possível crash (quedas abruptas mas a nível de 15 minutos) e o gráfico em azul é a Transformada Wavelet para o nível de entrada no mercado

 

Na semana que passou escrevemos em nossa análise do dia 09/02/2018: "Para a semana que vem, o IMA-crash, apesar de bem mais baixo do que na semana passada, ainda está resistente. Como a Bovespa vai voltar apenas na quarta-feira, o que acontecer no mundo na segunda-feira poderá acontecer dobrado no Ibovespa.... Se o mundo se recuperar na segunda, na quarta-feira o Ibovespa vai acordar com "fome de alta" " .

E o Carnaval nos mercados fora do Brasil foi muito bom. Em todas as bolsas, na segunda-feira e terça-feira, tivemos altas fortes. A desconfiança tinha acabado logo no domingo e os mercados asiáticos terminaram em alta.

Com isso a Europa abriu em alta e depois as bolsas americanas expandiram ainda mais as altas dos outros países. Assim, na quarta-feira de cinzas, no período da tarde, quando o Ibovespa começou a ser operado, já abriu em forte alta.

No início do pregão de quarta-feira, o Ibovespa estava com 82.669 pontos e não parou de subir o dia todo. Com isso, como pode ser visto acima, o IMA-entrada caiu para zero indicando que a alta continuaria.

Com a queda do IMA-entrada, o IMA-crash subiu rápido e bateu no valor máximo na quinta-feira pela manhã. O Ibovespa estava com 84.365 pontos quando o IMA-crash valia a pontuação de 1,0.

Podemos observar que desde então, o Ibovespa se manteve em alta, mas estável, oscilando com pequena amplitude. O Ibovespa terminou a semana com 84.312 pontos.

Para a semana que vem, teremos uma probabilidade de 93% de uma queda forte novamente, como na semana antes do Carnaval. A queda poderá ser realmente forte, uma vez que o IMA-crash está oscilando em torno do máximo, mostrando pressão máxima nos mercados.

Quanto de queda?

Difícil dizer, mas podemos ter algo em torno de 3% de queda para a semana que vem. A probabilidade para uma queda superior a 3% não é desprezível, ao redor de 69%, como pode ser visto no alerta interno no canal do assinante.

 

 

Para as ações, temos no canal de assinantes diversos alertas que ainda precisam ser observados para sua comprovação.

Por exemplo, o gráfico a seguir é do Bradesco (BBDC4). O IMA-crash (linha vermelha) começa a perder força, o que pode nos indicar que a queda no preço da ação (linha preta) pode ocorrer até o fim de segunda-feira ou início da terça-feira da semana que vem.

 

BBDC4 x IMA-crash

 

A ação BVMF3 teve um bom acerto para o IMA-entrada (linha verde). Quando o IMA-entrada começou a cair, a ação começou a subir forte na quarta-feira. Dos R$ 23,38 a ação atingiu nessa sexta-feira o preço de R$ 25,35.

A alta alertada pelo IMA-entrada aconteceu e foi de 8,42%. Nada mal !

 

BVMF3 x IMA-crash

 

Tem mais alertas para semana que vem. Veja você mesmo!

Acompanhe nossos indicativos na parte de assinantes do CANAL IMA-ONLINE. e saiba antes do mercado tradicional o que vai acontecer com suas ações. Venha fazer parte de nosso grupo de assinantes e desfrute de conhecer antes, o comportamento do mercado, através das frequências do IMA.

 

 

FATOS RELEVANTES POSITIVOS

Inflação FIPE foi 0,03% na 2a. quadrissemana de fevereiro.

AVON tem lucro de US$ 91,5 no 4o. trimestre.

Nestlé tem queda de 15,6% no lucro de 2017.

FATOS RELEVANTES NEGATIVOS

CVM inicia processo contra XP

Violência no Rio leva a intervenção militar inédita desde anos 80.

Setor de serviços termina 2017 com queda de 2,8%.

Aluguel sobe 0,35% em janeiro. Maior alta desde fev/2015.

CVM abre inquérito contra JBS

Inflação nos EUA fica acima do esperado.

PRÓXIMA SEMANA

Divulgação do IBC-Br

IPCA-15 de fevereiro

Índice de confiança do consumidor FGV

Índice de atividade industrial nos EUA

Vendas de casas nos EUA

dias observação

IBOV INTRADIÁRIO

2088

Eventos(sinais de alerta de crash)

127
Acertos 119 (93,7%)
Falsos Alarmes 08 (6,3%)
Queda média -2,96%
Queda máxima -11,96%
Queda mínima -0,08%
Valorização média nos falsos alertas +1,46%
Valorização máxima nos falsos alarmes +2,3%
Valorização mínima nos falsos alarmes +0,2%
Tempo médio até o mínimo valor após o sinal de alerta 2,76 dias
Tempo máximo até o mínimo valor após o sinal de alerta 10 dias
Tempo mínimo até o mínimo valor após o sinal de alerta 30 minutos