Mudanças Abruptas

Análise Semanal Ibovespa

28/09/2015 a 02/10/2015

 

Finalmente o tal corte nos ministérios aconteceu, apesar que não foi um corte de verdade. Remanejou-se daqui, ajeitou-se dali e os políticos, quase todos, ficaram no mesmo lugar onde estavam.

Talvez o mais importante tenha sido a sinalização, apesar de teórica, que o governo está cortando a própria carne. Mas precisa cortar muito mais, estraçalhar muito mais sua carne, antes de subir impostos.

O corte de 10% no salário dos ministros é simbólico, poderia cortar o salário dos deputados e senadores. Mas como isso o governo não tem autoridade, ficamos apenas vendo os símbolos.

O corte nas viagens de primeira classe em aviões também é simbólico, mas vai ser interessante um ministro sentado do lado de pessoas comuns e ouvindo reclamações sobre suas atuações. Pode ser divertido, para quem tiver o azar de sentar ao lado de um político em sua viagem.

E de tanto querer o impeachment da presidente Dilma Roussef, parece que o primeiro impeachment do ano deverá ser do presidente da Câmara dos Deputados, o senhor Cunha.

A Suiça enviou essa semana, cinco contas suspeitas em nome de filha e esposa, e dele próprio, no total de 20 milhões de dolares. Por mais que ganhe bem, por mais que sua igreja lhe pague bem, vai ser difícil o senhor Cunha explicar a tal riqueza em contas não declaradas à Receita Federal.

Além da CPMF também tivemos nessa semana o aumento dos combustítiveis pela Petrobras. Como possui divida em dolar, aumentaram o combustível para a população comum pagar as falcatruas de seus diretores ladrões, que estão na operação Lava-jato.

O mercado financeiro gostou, e junto com as medidas anunciadas nessa sexta-feira, a Petrobras teve duas expressivas altas, a primeira de 7% na quarta-feira e a segunda de 10% nessa sexta-feira. O preço da ação voltou ao patamar de R$ 7,77 para as ações preferenciais (PETR4).

A descoberta de água em Marte parece não ter animado os mercados americanos, visto que o nível de emprego nos EUA ficou abaixo das previsões. E agora, com esse novo dado, o mercado americano está observando que perdeu a queda de braço com Janet Yellen, presidente do FED.

Com essa queda no nível de emprego, é quase certo que na próxima reunião do FED, não haverá alteração na política de juros dos EUA.

No lado europeu, Putin voltou à cena do crime. Agora está lançando bombardeios sobre a Síria. Mentiu para o mundo inteiro, dizendo que estava atrás dos integrantes do Estado Islâmico.

Na verdade, seus bombardeiros estão destruindo as forças que querem tirar o ditador Assad. Como esses rebeldes são mantidos pelos EUA, a Russia resolveu agir para garantir seu pupilo das arábias.

Voltando ao Brasil, o dolar despencou nessa semana, ficando abaixo dos R$ 4,00 nessa sexta-feira. Ainda é cedo para prever se a trajetória é de queda, visto que ainda existem medidas provisórias financeiras que precisam passar pelo congresso.

Desde o dia 27 de julho o volume de investimentos estrangeiros vem caindo na Bovespa. .Nas últimas duas semanas, no entanto, o volume tem se mantido quase estável. A pressão para sair do mercado brasileiro estagnou depois que o FED manteve sua taxa de juros. Acompanhe nossa medida em nosso monitor de estrangeiros.

O IMA-entrada diário continua estacionado no mesmo valor de duas semanas atrás. Na próxima semana, no entanto, caso o Ibovespa continue subindo, o IMA-entrada pode voltar a cair. Para o longo prazo, ainda é uma boa opção investir em ações. E longo prazo significa mais de três anos.

IMA crash = 0,00

IMA entrada = 0,863

 

 

A linha vermelha é a análise da transformada wavelet do Ibovespa para o nível de estresse e possível crash (quedas abruptas mas a nível de 15 minutos) e o gráfico em azul é a transformada wavelet para o nível de entrada no mercado

ANÁLISE SEMANAL - Bovespa Intradiário ( dados a cada 15 minutos)

Na última análise de 25/09/2015 foi dito: "....Para a semana que vem, podemos ter algumas ações com altas. Muitos dos IMA-entrada intradiários estão altos, mas com tendência de queda. Alguns IMA-crash estão começando a aumentar lentamente. Diante disso, talvez uma compra na segunda-feira possa trazer algum lucro até o próximo final de semana...."

E ninguém poderá reclamar desse parágrafo de minha análise na semana passada. A alta veio forte, e para quase todas as ações que estavam com o IMA-entrada começando a cair, conforme foi escrito.

Para quem comprou na segunda-feira com a intenção de vender na sexta-feira, não poderia ter semana melhor. Do seu ponto mais baixo, o Ibovespa estava em 43.826 pontos e terminou nessa sexta-feira em 47.033. A alta semanal foi de 7,3%, mas para as ações a alta foi muito maior.

Duas arrancadas ótimas aconteceram na quarta-feira com o aumento dos combustíveis pela Petrobras e na sexta-feira com a reforma dos ministérios. E como subiu forte, o Ibovespa trouxe com ele o IMA-crash intradiário.

o IMA-crash do Ibovespa terminou a semana em 0.856, ou seja, acima de 0,8. Com isso, há uma enorme probabilidade de queda muito forte para a semana que vem, fazendo o Ibovespa cair em torno de 2 mil pontos. Na segunda-feira pela manhã, o Ibovespa deverá subir forte ainda, por conta de quem ficou de fora do mercado nessa semana.

Mas na tarde da segunda-feira, ou na terça-feira, poderemos ver uma mudança acelerada na tendência e os preços devem vir abaixo para as ações.

Na semana passada, também alertamos sobre a Brasken:

"...A BRASKEN (BRKM5) é uma empresa que está com IMA-crash em alta. Existe boa probabilidade de queda nessa próxima semana..."

As ações caíram 2,35%, do patamar de R$16,59 para R$16,20 em apenas um dia. O IMA-crash começou então a cair e, na quarta-feira, impulsionada pela bolsa, as ações voltaram a subir. Conforme figura à seguir, o IMA-crash da BRKM5 está novamete alto e promete uma boa queda na semana que vem.

O retângulo na figura marca a queda prevista na sexta-feira passada que ocorreu no início dessa semana.

Comparação BRKM5 x IMA-crash

Para a semana que vem, apesar do IMA-crash do Ibovespa estar muito alto, o IMA-crash da Petrobras (PETR4) está ainda "tranquilo". Mesmo com o forte rally dessa semana, o IMA-crash somente começou a aparecer no final dessa sexta-feira.

Pode significar que a PETR4 deverá ainda aumentar na segunda-feira para somente virar na terça-feira (figura abaixo) .

Comparação PETR4 x IMA-crash

Um alerta correto do IMA-crash na semana foi para a ação BRFS3. Quando o IMA-crash disparou, quase no mesmo instante a ação desabou.

Como pode ser visto à seguir, de R$ 71,38 a ação caiu para R$ 69,71. Ou seja, o IMA-crash alertou antes uma queda de 2,33%.

Comparação BRFS3 x IMA-crash

Qual será a primeira ação a cair na semana que vem? Se tivesse que apostar em alguém, uma ação provável para queda é a da COSAN (CSAN3).

Como pode ser visto abaixo, o IMA-crash está oscilando e subindo. De todas as ações acompanhadas em nosso canal, essa é a ação que está em alta a bastante tempo, e como o IMA-crash subiu devagar, agora que está próximo de 0,8, poderemos ter uma longa correção para esses preços.

Comparação CSAN3 x IMA-crash

Acompanhe nossos indicativos na parte de assinantes do CANAL IMA-ONLINE. e saiba antes do mercado tradicional o que vai acontecer com suas ações. Venha fazer parte de nosso grupo de assinantes e desfrute de conhecer antes, o comportamento do mercado, através das frequências do IMA.

Gostou da análise semanal?

COLABORE COM DONATIVO PARA O SITE

(R$ 2,00 ; R$ 5,00 ; R$ 10,00 )

 

FATOS RELEVANTES POSITIVOS

PIB dos EUA cresce 3,9% em 12 meses.

Funcionários dos Correios terminam greve

Poço TUPI da Petrobras bate recorde de produção com 388 mil barris/dia.

Produção de Petróleo no Brasil cresce 9,5%

 

FATOS RELEVANTES NEGATIVOS

VALE corta pela metade os dividendos dos acionitas

GOL registra retração de passageiros de 7,5% em Agosto

PETROBRAS aumenta preço dos combustíveis

Taxa de desemprego atinge 8,6% no trimestre

Bancários entram em greve a partir de 6 de Outubro

 

PRÓXIMA SEMANA

Greve dos bancários

Balança Comercial dos EUA

Divulgação do IPCA

Dilvulgação do INPC

Divulgação do IGPM

Consequencias dos ataques da Russia à Síria

dias observação 1505

Eventos(sinais de alerta de crash)

99
Acertos 90(90,9%)
Falsos Alarmes 09 (9,1%)
Queda média -2,75%
Queda máxima -7,77%
Queda mínima -0,08%
Valorização média nos falsos alertas +1,46%
Valorização máxima nos falsos alarmes +2,3%
Valorização mínima nos falsos alarmes +0,2%
Tempo médio até o mínimo valor após o sinal de alerta 2,66 dias
Tempo máximo até o mínimo valor após o sinal de alerta 10 dias
Tempo mínimo até o mínimo valor após o sinal de alerta 30 minutos