Mudanças Abruptas

Análise Semanal Ibovespa

30/01/2012 a 03/02/2012

 

Semana repleta de mensagens positivas e animadoras para os investidores. Mensagens positivas, no entanto, não significam que o cenário mudou. A melhor notícia foi a taxa de desemprego nos EUA cair para 8,3%. Antes do otimismo é necessário esperar mais um mês para observar se a tendência de alta na oferta de emprego continua. O mês de Dezembro cria realmente mais empregos no Brasil e em todos os países por conta das festas. Se em Janeiro a taxa cair forte novamente, aí sim pode estar se formando mais que um otimismo, mas um realismo de fato.

Mas na Europa, a situação continua se deteriorando. A Espanha está com o desemprego mais alto do continente, com 50% dos jovens sem salário fixo. Portugal anda em depressão, pois seus títulos não estão atraindo investidores. A França pretende taxar as operações financeiras, o que está correto. Mas como o "senhor mercado" não gosta disso, o país pode sofrer com a retirada de capital estrangeiro. A Grécia continua na mesma novela de toda semana, se anima um ou dois dias, depois não consegue o acordo desejado e volta a estaca zero.

Com isso, os estrangeiros voltaram de vez para o Brasil, em especial para nossa bolsa. As entradas diárias estão batendo todos os recordes e com isso a bolsa cresceu além do normal. A estimativa que está feita na página "previsão" já vai sair errada esse mês. O deslocamento do capital estrangeiro fez a bolsa sair inclusive do intervalo de confiança de 95%. Ou seja, com 2,5% de chance de estourar o limite superior, essa chance ocorreu.

E então, eis que surge o IMA-crash diário. Esse é um sinal preocupante, pois a recuperação que estamos vendo está forte além do normal. Estão puxando muito mais do que deveriam, e com o aparecimento do IMA-crash estão aumentando as chances de virada e mudança de tendência. Ainda não é o caso para se preocupar, pois o valor de 0,08 ainda é muito baixo e pode voltar a zero. Mas se continuar essa vontade de recuperar todo o ano negativo em apenas um mês, vamos ter uma virada muito forte. Isso ocorrerá depois que o IMA_crash passar de 0,80.

O IMA-entrada diário está caindo e deverá zerar ainda nesse mês, caso a bolsa continue a subir. Se você é investidor de longo prazo e não entrou na bolsa agora está ficando arriscado. Se você entrou, então ainda dá para esperar mais um pouco antes de realizar um lucro. Acompanhe o IMA-crash e se ele subir demais, realizar antes nunca é mau negócio. Confira a entrada recorde dos estrangeiros em nosso monitor diário na "aba" estrangeiros.

IMA crash = 0,08

IMA entrada = 0,55

 

 

A linha vermelha é a análise da transformada wavelet do Ibovespa para o nível de estresse e possível crash (quedas abruptas mas a nível de 15 minutos) e o gráfico em azul é a transformada wavelet para o nível de entrada no mercado

Na análise de 27/01/2012 foi dito:"...Com o IMA-crash intraday em 1,0 a bolsa começou a recuar, mas muito pouco. Enquanto o IMA-crash não zerar, entrar agora é arriscado. Dá aquele sentimento de que perdeu o barco, mas não entre para nadar na água gelada....". E o IMA-crash não quer cair e a bolsa não quer parar de subir. Subiu 3.000 pontos da semana passada para essa. Os pequenos recuos nem chegam a ser correção, o que é preocupante e nada saudável. Com muito lucro acumulado, quando o pessoal se desfazer e começar a vender, caso ocorra algo desagradável no meio do processo, a queda se acelera ainda mais.

O Ibovespa poderá subir mais? Sim, com o aporte de estrangeiros e dinheiro novo vindo de fora as ações se valorizaram bastante. Petro passou de R$25, Vale passou dos R$44 entre outras. O problema é que com o IMA-crash intraday em seu máximo, o risco é muito grande, mesmo de daytrade. O índice pode errar? Sim, ele não é infalível, mas muito raramente ele voltou a zero sem levar a uma queda na bolsa. No entanto, ficar de fora desse movimento também pode parecer loucura a espera de queda. O ideal é ir colocando aos poucos um montante baixo para não se surpreender.

Mas se tivesse que opinar, eu ficaria com uma projeção de queda, talvez uma realização curta. Pode ser que o Ibovespa tente bater os 67 mil, mas parece que o fôlego está começando a cessar. Na parte da tarde de hoje, depois de passar dos 65 mil, com quase 2%, ocorreu uma mudança leve de tendência repentina sem fato aparente nenhum. Dos 65.700, o Ibovespa voltou para 65.050 e fechou em 65.217. Dos 1,8% de alta que estava ao meio dia, terminou com 0,97%.

 

 

 

FATOS RELEVANTES POSITIVOS

Facebook movimentou as bolsas com seu pedido de IPO. A empresa está avaliada em US$100 bi.

Presidente do BC afirma que PIB cresce 3% esse ano.

Japão pretende desvalorizar o Iene para sair da crise.

Presidente do FED vê fortes sinais de melhora nos EUA.

GAFISA teve dois dias de crescimento acima de 6%, com interesse de investidores estrangeiros na empresa.

O desemprego nos EUA caiu para 8,3%.

 

 

 

FATOS RELEVANTES NEGATIVOS

Dívida pública da União aumentou para R$1,8 trilhão.

Hackers invadiram vários bancos pelo mundo a fora.

Vazamento de petróleo da Petrobras, o primeiro do pré-sal.

 

 

 

 

PRÓXIMA SEMANA

Hackers estão ficando mais ousados e perigosos. Bolsas correm risco. FBI já foi invadido e todos os principais bancos do mundo.

De olho nos estrangeiros na Bovespa. Mas cedo ou mais tarde vão embora de volta.

 

dias observação 673

Eventos(sinais de alerta de crash)

48
Acertos 40 (83,3%)
Falsos Alarmes 08 (16,7%)
Queda média -2,46%
Queda máxima -6,6%
Queda mínima -0,08%
Valorização média nos falsos alertas +1,46%
Valorização máxima nos falsos alarmes +2,3%
Valorização mínima nos falsos alarmes +0,2%
Tempo médio até o mínimo valor após o sinal de alerta 2,74 dias
Tempo máximo até o mínimo valor após o sinal de alerta 7,4 dias
Tempo mínimo até o mínimo valor após o sinal de alerta 30 minutos