Mudanças Abruptas

Análise Semanal Ibovespa

30/05/2011 a 03/06/2011

 

Mais "bomba no ar" nessa semana. A última, é que a agência Moody's alertou que poderá cortar a nota de crédito dos EUA. Teria ela a coragem de rebaixar os títulos mais seguros do mundo? A revolta da população espanhola continuou nessa semana e a Grécia voltou ao cenário financeiro. Pediu mais dinheiro para não dar calote. Novamente a comunidade européia abaixou a cabeça e fornecerá mais um montante para segurar uma crise financeira, exigindo mais austeridade do governo grego. É que o governo "fala grego" e a comunidade européia não entende.

O congresso americano se debate em torno do déficit público americano. A guerra dos cortes no orçamento continua e Obama mede força com a oposição. No Brasil quem domina o cenário é a novela do ministro Palocci, mas quem domina a bolsa são os estrangeiros. Eles voltaram com força e zeraram todas as perdas desde Fevereiro com investimentos diretos na Bovespa.

O IMA-crash e IMA-entrada continuam em zero e o alerta de grande virada pra baixo na Bovespa ainda continua.

IMA crash = 0,00

IMA entrada = 0,00

 

 

A linha vermelha é a análise da transformada wavelet do Ibovespa para o nível de estresse e possível crash (quedas abruptas mas a nível de 15 minutos) e o gráfico em azul é a transformada wavelet para o nível de entrada no mercado

Na análise de 27/05/2011 foi dito:"A bolsa deve continuar sua subida pelo forte movimento de entrada dos estrangeiros, mas a continuar o mesmo ritmo, terça-feira ou quarta-feira deve ter um movimento de virada para baixo.... Quem não comprou nessa semana, segunda ou terça-feira não são dias de compras, melhor esperar a próxima rodada de baixas". E na quarta-feira o chão se abriu. Foi exatamente logo após o IMA-crash zerar. Quando foi a zero na terça-feira possibilitou o movimento forte de baixa na quarta-feira.

O IMA-entrada subiu forte na quarta-feira, mostrando que era hora de entrar comprando forte também. E quem comprou não se arrependeu pois a bovespa subiu relativamente bem na quinta-feira e na sexta-feira, apesar do mercado mundial cair. Mesmo estando marcando fracamente uma virada o IMA-crash mostrava mudança de humor (IMA=0,4). No momento o IMA-entrada que bateu em 0,8 está caindo, mas perigosamente não foi a zero nessa sexta-feira. Está estacionado em 0,25. Pode ter uma nova queda na segunda-feira fazendo o IMA-entrada voltar a subir. Não é hora de comprar na segunda-feira.

 

FATOS RELEVANTES POSITIVOS

BC reduz expectativa de inflação para 2011 para 6,23% contra 6,5% anteriormente.

Banco do Brasil deve gerar receitas acima de R$ 4bilhões como parceiro dos Correios.

Banco Central não receberá nem trocará notas manchadas pelos furtos à caixas eletrônicos.

PETROBRAS afirma que investirá 93 bilhões de reais em 2011.

 

FATOS RELEVANTES NEGATIVOS

SELIC deve encerrar o ano em 12,5%

Pão de Açucar é castigado pelos investidores externos. Suas ações tiveram a maior queda da Bovespa.

Cai a confiança do consumidor americano.

VALE acredita que até 2015 vair ter apenas 30% de participação no mercado nacional de ferro.

Russia embarga compra de carnes do Mato Grosso. Ações de frigoríficos são atingidas.

Moodys ameaça cortar nota de crédito dos EUA.

 

 

PRÓXIMA SEMANA

Será que a Moody's vai realmente cortar a nota de crédito dos EUA? Vai depender do congresso americano.

 

 

 

dias observação 510

Eventos(sinais de alerta de crash)

39
Acertos 31 (79,5%)
Falsos Alarmes 08 (20,5%)
Queda média -2.18%
Queda máxima -6,6%
Queda mínima -0,08%
Valorização média nos falsos alertas +1,46%
Valorização máxima nos falsos alarmes +2,3%
Valorização mínima nos falsos alarmes +0,2%
Tempo médio até o mínimo valor após o sinal de alerta 2,92 dias
Tempo máximo até o mínimo valor após o sinal de alerta 7,4 dias
Tempo mínimo até o mínimo valor após o sinal de alerta 30 minutos