Mudanças Abruptas

Análise Semanal Ibovespa

30/07/2012 a 03/08/2012

 

O que temos de concreto na semana? Nossa vida, nossas alegrias e tristezas, à volta as aulas, o caos no transito, enfim, essa é a vida real da semana. O mercado financeiro "produz" falsa realidade e está cada semana pior essa fantasia neurótica. O Banco Central Europeu não sinalizou com nada. Apenas disse que está pronto para agir e que concordam em fazer aquisições "se necessárias" nos títulos dos países mais endividados.

Dois pontos a analisar. Primeiro vamos supor que eles realmente comprem os títulos "podres" (junk em inglês) da Espanha, Itália e Grécia. O que isso ajudaria na crise? Os exagerados em otimismo (por que tem ações e querem que elas subam) dizem que isso é importante, pois dá fôlego aos países endividados.

Que fôlego é esse que não gera emprego, não corta gastos, não cumprem o que assinam? Nos anos de 1970 e 1980 os bancos internacionais não compravam títulos brasileiros e obrigavam o país ao desemprego, a reduzir os investimentos, a poupar o máximo, senão, o país estaria quebrado. Cadê o mesmo rigor com Itália, França e Espanha? O desemprego da Espanha é mais pela incompetência da área financeira do país do que pelas regras do Banco Central Europeu.

Segundo ponto. Quem garante que mesmo comprando a crise não aumentará? Já mostrei em artigos e cálculos que injetar dinheiro no mercado financeiro causa frenezi, causa perturbações e mais desestabilizam as bolsas do que as fazem crescer. Posso estar errado nos modelos, claro, mas até o momento desde que o FED começou a injetar dinheiro no mercado, cada vez o mercado quer mais e mais dinheiro, sem produzir nada sozinho.

Então, fazer o mercado subir 5% no Brasil por causa de palavras do presidente do Banco Central Europeu é levar os pequenos investidores à enganação. Claro que vão dizer que ninguém é inocente, e compram por que querem. Errado. Até mesmo os corretores e analistas são inocentes em tentar convencer o pequeno investidor a comprar esse ou aquele ativo, ou recomendar essa ou aquela ação.

No começo do ano quase todas as corretoras enviavam e-mails recomendando Usiminas (USIM5), dizendo que o "ponto-alvo" era R$ 20 no fim do ano. A ação caiu dos R$12,00 para R$ 7,00. Quem não é inocente? Será por isso que eles chamam os pequenos investidores de "Sardinhas" ? Quem é o verdadeiro "Sardinha" do mercado?

Nessa sexta-feira as bolsas subiram porque olharam o dado que interessava, e não fizeram análise do contexto global. Olharam que os EUA contrataram mais de 160 mil trabalhadores no último mês. Mas não viram que o indíce de desemprego global, que mede todas as áreas inclusive a área rural, aumentou para 8,3%. Nos dados de Junho referentes à Maio era de 8,2%. Problema! A injeção do FED não está resolvendo.

O Facebook não para de cair. A ação que começou com US$ 44 atingiu essa semana US$ 19. Não parece problema algum. O leitor pode pensar, o que eu tenho com isso? Não tenho nenhuma ação deles. Mas os bancos tem e bancos grandes pelo mundo todo. O UBS disse nessa semana que desde o IPO (lançamento das açoes no mercado) já perdeu US$ 350 milhões. E os outros? Estão bem quietos. Não vai demorar eles aparecerem para os governos com o chapéu na mão.

No Brasil a maioria dos relatórios vem vindo com lucros menores do que um ano atrás. A EMBRAER despencou em seus lucros. A GM perdeu mundialmente 45% dos lucros. Em São José dos Campos, a fábrica que possui 7 mil funcionários, está bem devagar demitindo toda semana e fechando setores.

Segundo o Valor Econômico de quinta-feira, a ideia é fechar a fábrica e importar os carros da Argentina. Era só o que faltava. Não serão 7 mil demitidos, mas toda a cadeia de pequenos fabricantes e serviços ligados à fábrica. Pode colocar aí 20 mil pessoas na rua. E a Petrobrás? Desde 1999 a empresa não tinha prejuízo em trimestre nenhum, mas registrou nesse segundo trimestre o prejuízo de R$1,3 bilhões.

O IMA-entrada baixou para 0,79 com essa pequena alta dos últimos dias, mas não dá indicativo ainda de queda forte. Perigo de crash ou mudança muito rápida para uns dois meses à frente ainda não há. Interessante notar que a bolsa subiu na sexta-feira passada (27/07/2012) mais por conta de brasileiros do que estrangeiros. O grupo pesado de investidores estrangeiros ainda não voltou, o que pode ser indicativo de que o movimento de alta pode não continuar. Veja os dados na "aba" estrangeiros.

IMA crash = 0,0

IMA entrada = 0,79

 

 

A linha vermelha é a análise da transformada wavelet do Ibovespa para o nível de estresse e possível crash (quedas abruptas mas a nível de 15 minutos) e o gráfico em azul é a transformada wavelet para o nível de entrada no mercado

Na última análise de 27/07/2012 foi dito:" ...Na segunda-feira pela manhã, quem ainda não comprou vai comprar, com medo de perder o bonde. Não faça isso, pois na segunda-feira à tarde vai começar a virada do Ibovespa. O momento para quem não comprou, já passou. ... Mas a grande queda deverá acontecer na terça-feira ainda pela manhã...O que vai causar essa queda? Não dá para saber, mas como o leitor que nos acompanha já sabe, IMA-crash acima de 0,8 é queda forte, com probabilidade de 85%..."

E ao bater IMA-crash de 0,66 a bolsa virou na terça-feria de manhã. A probabilidade mais uma vez mostrou-se correta levando o Ibovespa de 56.799 pontos para 55.332. A queda vista no gráfico acima é de 2,6% até o fundo com valor mínimo na quinta-feira. Nesse dia o IMA-entrada deu sinal voltando para 0,4, sinalizando uma "razoável" chance de compra.

Para a semana que vem IMA-crash intraday = 0,13 em rota ascendente e IMA-entrada intraday = 0,15 em rota descendente. Comprar ou vender? Pelo IMA não dá para ser conclusivo. A aposta é que as bolsas podem subir na segunda-feira novamente. O grandes fundos querem isso. Mas a continuar subindo neuróticamente e rápido, quarta-feira poderá voltar a cair. Melhor esperar para quem está fora.

 

 

 

 

 

FATOS RELEVANTES POSITIVOS

Standard & Poors mantém AAA para Reino Unido

Banco Central Europeu disse que está pronto para agir. Especula-se que vai comprar títulos.

FATOS RELEVANTES NEGATIVOS

Governo americano rebaixa estimativa de cresimento em 2012

LLX vai fechar capital na Bolsa

EMBRAER tem queda de 25% nos lucros

OI tem queda de mais de 80% dos lucros no trimestre

UBS teve perda de US$ 350 milhões

PETROBRAS tem prejuízo de R$1,3 bi. Primeiro desde 1999.

 

 

PRÓXIMA SEMANA

Banco Central Europeu vai agir?

 

 

 

dias observação 805

Eventos(sinais de alerta de crash)

54
Acertos 46 (85,1%)
Falsos Alarmes 08 (14,9%)
Queda média -2,57%
Queda máxima -6,73%
Queda mínima -0,08%
Valorização média nos falsos alertas +1,46%
Valorização máxima nos falsos alarmes +2,3%
Valorização mínima nos falsos alarmes +0,2%
Tempo médio até o mínimo valor após o sinal de alerta 2,68 dias
Tempo máximo até o mínimo valor após o sinal de alerta 7,27 dias
Tempo mínimo até o mínimo valor após o sinal de alerta 30 minutos