Mudanças Abruptas

Análise Semanal Ibovespa

29/12/2015 a 02/01/2015

 

Começamos 2015. Na realidade, conforme sabemos, o ano só começa depois do carnaval no Brasil. Mas oficialmente, sexta-feira foi o primeiro dia útil de 2015, com volume baixo de negócios em todas as bolsas do mundo. Em termos reais, no comércio o que se via era funcionário mal-humorado por não estar de férias. Mas alguém tem que trabalhar.

Segunda-feira será o primeiro dia de fato e de direito, com protestos já marcados pelo movimento passe livre dos estudantes. De novo, a mesma história do ano de 2014 vai movimentar as ruas das capitais. Todos os prefeitos aumentaram os valores das passagens de onibus e os protestos já estão marcados. O clima deverá esquentar em São Paulo e no Rio de Janeiro.

Outra movimentação é dos novos ministros. O que não se entende, é por que a presidente da República está de férias nesses dias. O ideal e mais sensato, era a famosa e tradicional reunião ministerial para todos os ministros conversarem e se alinharem uns com os outros. Não dá para entender por que não ocorreu essa reunião.

E como não ocorreu, a presidente acha que deve tratar de assuntos importantes por telefone. O primeiro a dar "bola fora" foi o ministro do planejamento. Barbosa deu com a língua nos dentes e contou para os jornalistas o plano secreto da presidente de enviar um projeto de lei para alterar a correção dos salários a partir de 2016.

A presidente pegou o telefone e já deu uma "chibatada" no ministro que teve que se retratar. Será que o ministro não conversou antes com a chefe para alinhar as medidas? Ou conversou, se empolgou e na sua primeira entrevista como mandatário do cargo falou mais o que deveria?

De toda forma, erro da presidente, que não deveria estar de férias. Mandato novo, projetos novos.

Já na Russia as coisas vão se complicar ainda mais, depois que os EUA anunciaram mais restrições comerciais. Enquanto Putin não sentar à mesa para discutir com a Ucrânia, a situação só vai piorar. Foi um dos piores natal da Russia nos tempos modernos. Muitas empreiteiras por lá estão abandonando apartamentos já pagos por compradores. Elas estão quebrando.

Para não dizer que Petrobras é só notícia ruim, a empresa anunciou que produziu o recorde de produção em novembro, com 2,74 milhões de barris/dia. E a outra boa notícia é que terminada a avaliação de 8 poços pre-sal na bacia de Santos, todos se mostraram altamente comercializáveis. A estimativa é de 5 bilhões de barris em estoques. Fantástico, mesmo com preço baixo do barril.

A má notícia da Bovespa é que a Cosan ON e Eletropaulo estão fora da carteira teórica da Bovespa. Esses papéis agora são de segundo escalão e serão menos líquidos.

Nos EUA o Dow Jones recuou novamente para baixo de seu recorde de 18 mil pontos. Ele está puxado, mas se o PIB for confirmado como algo acima de 5% no ano de 2014, Dow Jones deverá subir ainda mais. Só o que está segurando é o nível baixo de emprego. A Taxa de desemprego está por volta de 6%.

O volume de estrangeiros novamente recuou nessa semana passada, com os estrangeiros vendendo suas posições e voltando para o mercado dos EUA. Como o Dow Jones está se mostrando mais promissor, os estrangeiros estão mudando de endereço. Acompanhe nossa medida em nosso monitor de estrangeiros.

O IMA-entrada diário que mede o Ibovespa terminou o ano e começou o ano novo no mesmo valor. No momento o IMA-entrada diário está estacionado em 0,904. Só para lembrar esse índice tem valor máximo 1,0.

IMA crash = 0,0

IMA entrada = 0,904

 

 

A linha vermelha é a análise da transformada wavelet do Ibovespa para o nível de estresse e possível crash (quedas abruptas mas a nível de 15 minutos) e o gráfico em azul é a transformada wavelet para o nível de entrada no mercado

ANÁLISE SEMANAL - Bovespa Intradiário ( dados a cada 15 minutos)

Na última análise de 28/12/2014 foi dito: "....Como serão dias de movimentação muito baixa, o IMA-crash poderá dar uma guinada para cima caso o Ibovespa suba rápido na segunda-feira. Mas se o Ibovespa subir na segunda-feira, ou terça-feira, deverá novamente cair na sexta-feira, dia 2 de janeiro..."

O Ibovespa começou as 10:08 da segunda-feira marcando 50.098 pontos e chegou em seu máximo valor na semana em 50.848 pontos. O IMA-crash já vinha mostrando perda de pressão nos negócios, indicando que teríamos uma queda, conforme escrevi na úlitma análise.

E realmente na sexta-feira o Ibovespa não aguentou e desepencou mais de 3% por queda generalizada. Quem mais caiu foi as ações da Petrobras por conta das especulações e ainda notícias ruins publicadas todos os dias pela imprensa.

A "nova" e "sem sentido" notícia é que o Fundo Aurelius está agrupando investidores internacionais para pedir falência da Petrobras. Segundo o fundo, caso a Petrobras estoure o prazo regulamentar, ela é obrigada a antecipar os pagamentos dos empréstimos e para isso teria que pedir um "default técnico".

Essa é uma notícia totalmente sem sentido e especulativa. Primeiro porque esse fundo é "abutre". Não é um fundo de verdade, mas um fundo que fica atrás de empresas ou países com problemas para comprar títulos e algum tempo depois acionar a justiça americana. Foi o que eles fizeram com a Argentina.

Esse fundo vai contra a ideia de fundo de investimento, que é uma coletânia de investidores que se juntam para emprestar dinheiro para empresas, ajudando a obterem lucros e dividendos. O ideal desse fundo é ir atrás de problemas e falir empresas.

Talvez pensando nisso, a Petrobras vai antecipar talvez já para daqui duas semanas a entrega oficial do balancete e cumprir com o prazo regulamentar, tanto na Bovespa quanto nos EUA.

Outra empresa com problema é a Sabesp. Com a seca, a empresa vai cobrar aumentos sobre os gastos excessivos. No entanto, mesmo com isso, seus dividendos serão consumidos e deverão ser nulos para seus investidores.

Uma empresa que mostra recuperação é a Eletrobras (ELET6). Com a bandeira vermelha acionada em nossas contas de luz, 3 reais por Kw realmente pode trazer um lucro operacional grande. As ações já estão sentindo isso e o movimento de investidores está fazendo os preços subirem em média 5% ao dia desde o anúncio dessa nova regra a partir de janeiro. No entanto, nem mesmo a ELET6 aguentou sexta-feira e também caiu.

O IMA-entrada inradiário (medido a cada 15 min) do Ibovespa terminou sexta-feira em 0,958, indicando excelente momento de compra. Talvez o lucro demore mais de dois dias para aparece para quem comprar na segunda-feriar, mas o cenário de compra é muito bom para todas as ações.

Acompanhe nossos indicativos na parte de assinantes do CANAL IMA-ONLINE. e saiba antes do mercado tradicional o que vai acontecer com suas ações. Venha fazer parte de nosso grupo de assinantes e desfrute de conhecer antes, o comportamento do mercado, através das frequências do IMA.

Gostou da análise semanal?

COLABORE COM DONATIVO PARA O SITE

(R$ 2,00 ; R$ 5,00 ; R$ 10,00 )

 

FATOS RELEVANTES POSITIVOS

PETROBRAS aumenta produção para 2,74 milhões de barris/dia.

PETROBRAS suspende contrato de 23 empresas e poderá contratar empresas de fora do país.

Segundo a PETROBRAS oito poços da bacia do pré-sal são comerciais e tem volumes de 5 bilhões de barris de petróleo.

EMBRAER assina contrato para conversão de opção de compra em pedido firme para 10 jatos Phenom.

CSN vai recomprar 5,4% de suas próprias ações.

 

 

FATOS RELEVANTES NEGATIVOS

PIB da Russia pode fechar 2014 com 4% de queda

Governo federal tem deficit de R$ 6,7 bilhões em novembro/2014.

Ações da Eletropaulo ficam fora da carteira teórica do Ibovespa

Ações da COSAN ON ficam de fora da carteira teórica da Bovespa

 

 

 

 

PRÓXIMA SEMANA

Indicador de preços ao produtor

Divulgação do IPC-S

Divulgação do IPCA de dezembro

Taxa de desemprego nos EUA em dezembro

dias observação 1320

Eventos(sinais de alerta de crash)

85
Acertos 76 (89,4%)
Falsos Alarmes 09 (10,6%)
Queda média -2,67%
Queda máxima -6,91%
Queda mínima -0,08%
Valorização média nos falsos alertas +1,46%
Valorização máxima nos falsos alarmes +2,3%
Valorização mínima nos falsos alarmes +0,2%
Tempo médio até o mínimo valor após o sinal de alerta 2,63 dias
Tempo máximo até o mínimo valor após o sinal de alerta 10 dias
Tempo mínimo até o mínimo valor após o sinal de alerta 30 minutos