Mudanças Abruptas

Análise Semanal Ibovespa

31/10/2011 a 04/11/2011

 

Copo "meio cheio ou meio vazio", disse a presidente Dilma sobre o resultado da reunião fracassada do G-20 em Canes hoje. Fracassada para a Europa, para nós foi uma vitória. Pelo menos ganhamos fôlego para não colocar dinheiro no tal fundo europeu. Ao se aliar à China e India o Brasil conseguiu ganhar um tempo antes da pressão total dos europeus para colocarmos dinheiro no fundo deles.

Na verdade a vitória só veio, pois todos estão preocupados com o que fazer com a Grécia. Se a situação não tivesse piorado eles iriam jogar duro contra Brasil, China e India. Vamos ver quando é a próxima pressão.

Já o primeiro ministro da Grécia Papandreou quer sair do cargo e não sabe como. Ao roer a corda somente dois dias depois do acordo ele deu clara noção de que não quer entrar para a história da Grécia como o homem que vendeu Atenas. Os deuses devem ter descido em seu gabinete e o poderoso Zeus teve uma "conversa" ao pé de ouvido.

Pressionado de imediato por Sarkozy e Merkel, a situação ficou ainda pior onde Papandreou foi chamado a "dar explicações" sobre o tal referento e ele... foi? Cadê a soberania do país? A França está se tornando os EUA da Europa? Onde está a liberdade, igualdade e fraternidade?

Estão alegando que existe um acordo para fazer parte da União Européia e Papandreou vai estar rompendo se não aceitar o dinheiro. Existe sim um acordo de termos, um compromisso de manter as contas em dia, um compromisso de manter relações comerciais fortes entre os países do bloco. Mas não existe um acordo que obrigue um executivo a obedecer ordens da UE e ter que cumprir. A liberdade da Grécia ironicamente, a terra dos filósofos, berço da civilização, acabou.

A França é a mais desesperada, pois todos os seus bancos tem títulos que não valem nada na mão. E os EUA? Cadê a aprovação do tal pacote de empregos de Obama? O congresso está enrolando e Obama está envolto sem saber onde atacar. Como a taxa de desemprego caiu "grandes" 0,1%, agora estando em 9% ao invés de 9,1%, todo mundo acha a situação resolvida.

No Brasil, se não abrirmos o olho, a bola da vez vai ser imóveis. Assim como nos EUA estamos cometendo o mesmo erro. As casas e aptos estão numa bolha sem precedentes, todos esperando lucrar com a copa do mundo. O primeiro que arrebentar leva o resto. Quem não se lembra da Encol? Um apto ao lado do Itaquerão está valendo R$180 mil em Itaquera? A região não tem a mínima infra-estrutura de ruas asfaltadas, de boas escolas, de hospitais dignos do cidadão pagar impostos, mas tem aptos de 50 m2 que valem R$180 mil ao lado de um estádio?

O IMA-entrada intraday continua caindo, mais lentamente agora, mas ainda assim caindo. A Bovespa, como eu já tinha dito no relatório passado (veja abaixo), caiu nessa semana, mas como os grandes fundos querem que ela suba, deve voltar a subir em breve. Mas como já disse aqui também, será aquela subida aos trancos, onde cada notícia de crise fará ela voltar um pouco. Como estamos no final do ano, deverá ter um empurrão dos 13o. com uma porção de gerentes e corretores fazendo a cabeça de que essa é a boa hora de entrar. Então, se as coisas não mudarem e se o IMA-entrada acelerar mais sua queda, a Bovespa subirá rápido para mais de 60 mil pontos.

Segundo o BC, o fluxo de estrangeiros aumentou no país, mas não na Bovespa. Segundo os relatórios diários estamos ainda em déficit em relação a Fevereiro, quando começamos a acompanhar. Confira os estrangeiros em nosso monitor diário na "aba" estrangeiros.

IMA crash = 0,00

IMA entrada = 0,77

 

 

A linha vermelha é a análise da transformada wavelet do Ibovespa para o nível de estresse e possível crash (quedas abruptas mas a nível de 15 minutos) e o gráfico em azul é a transformada wavelet para o nível de entrada no mercado

Na análise de 28/10/2011 foi dito:"...A estatística de acertos de 81% no IMA-intradiário em 607 dias de acompanhamento nos faz afirmar que na segunda-feira à tarde ou terça-feira de manhã o Ibovespa vai cair muito forte. A média de queda após um alerta forte do IMA-crash é de 2,8 dias então, a contar de quinta-feira à tarde o prazo dessa queda forte poderá ser mesmo nesse período até terça-feira. Também conforme a estatística essa queda pode ser de 2,3% e ter um máximo de 6,6%. É mais provável ficar em torno de 2% a 3% mesmo, pois o valor de 6% somente se algo muito trágico ocorrer..".

E a queda foi muito forte, voltando de quase 60 mil pontos para 56,600 pontos. Mais um alerta correto do IMA-crash intraday, com aviso de 2 dias de antecedência e uma queda de 5,25%. Foi quase a máxima queda registrada pelo histórico dos dados. Como já afirmado diversas vezes, quando IMA-crash chega a 1,0, a virada para baixo é muito expressiva, como foi dessa vez. O melhor de tudo é que para quem acompanha o IMA, as mudanças não são abruptas e nem surpresa, pois com dois dias antes dá para pular fora.

Para a semana que vem, o IMA-entrada intradiário está diminuindo mostrando que a hora de comprar pode ter passado. Existe um pequeno espaço para compras, mas é arriscado. E o IMA-crash intradiário começa a aparecer bem devagar, quase zero. Pode ser que ocorra novamente uma correria para comprar e com isso o IMA-crash intradiário aumentará rápido. Se isso ocorrer na terça-feira à tarde ou quarta-feira a bolsa deve virar para baixo novamente. O quanto vai virar, vai depender da força do IMA. Se for acima de 0,8 a queda é grande.

Se a Grécia for expulsa da UE o cenário já é outro. Nesse caso a observação é em cima do IMA-entrada intradiário que ainda não zerou. Se algo acontecer na Grécia no fim de semana, os mercados vão voltar a ficar muito mal e o IMA-entrada intradiário volta a subir. Se isso acontecer e as bolsas caírem, segunda a tarde ou terça de manhã pode ser um bom dia de compras novamente.

 

FATOS RELEVANTES POSITIVOS

IBOVESPA fecha Outubro com alta de 11,50%

Petrobras pagará R$0,20 por ação de juros

Antigos dirigentes do Banco Panamericano proibidos de deixar o Brasil

BRICs ainda não vão ajudar a Europa, somente vão aumentar o caixa do FMI

PIB da Inglaterra cresce 0,5%

Banco Central Europeu cortou taxa de juros para 1,25% ao ano

Produtividade americana aumenta

 

FATOS RELEVANTES NEGATIVOS

A GMF Global gestora de fundos e corretora está falida.

Grécia quase foi expulsa da União Européia.

Primeiro ministro grego desiste de plebiscito.

 

 

PRÓXIMA SEMANA

Todos esperando detalhes do plano europeu.

Grécia vai ser expulsa da União Européia?

dias observação 611

Eventos(sinais de alerta de crash)

45
Acertos 37 (82,2%)
Falsos Alarmes 08 (17,8%)
Queda média -2,44%
Queda máxima -6,6%
Queda mínima -0,08%
Valorização média nos falsos alertas +1,46%
Valorização máxima nos falsos alarmes +2,3%
Valorização mínima nos falsos alarmes +0,2%
Tempo médio até o mínimo valor após o sinal de alerta 2,85 dias
Tempo máximo até o mínimo valor após o sinal de alerta 7,4 dias
Tempo mínimo até o mínimo valor após o sinal de alerta 30 minutos