Mudanças Abruptas

Análise Semanal Ibovespa

01/06/2015 a 05/06/2015

 

"...Está finalmente claro para todos, e a maioria do mercado entende da mesma forma, que o tempo agorá não está somente contra a Grécia, mas contra todo mundo..." , foi o que afirmou o primeiro ministro da Grécia Alexis Tsipras.

A Grécia voltou atrás hoje (sexta-feira) e decidiu atrasar mais um pagamento ao FMI. Tsipras pediu mais tempo aos credores da Grécia, dizendo que a proposta de ajuda é irracional. Ele afirmou que a Grécia não vai punir as famílias gregas por conta dos pagamentos renegociados com a União Européia. Ele afirmou que existe um complô da França e Alemanha contra a Grécia.

E isto deixou a Europa e EUA mais nervosos nesses dois últimos dias, em que estamos no feriado do Brasil. A Bovespa obviamente sentiu esse peso, e também caiu como as outras bolsas. Na verdade a Bovespa caiu mais do que as outras, por volta de 1% de queda nessa sexta-feira.

Outro fato relevante nessa semana foi o nível de desemprego que aumentou, chegando agora oficialmente em 8%. O Brasil agora já ultrapassa os Eua em termos de desemprego, fato que não se observou nos anos pós-crise de 2008.

A boa notícia veio da Petrobras que confirmou outro poço rentável no pré-sal de Sergipe, com uma profundidade de 5.300 metros. Já a mesma alegria não se vê para a antiga OGX. Seu penúltimo poço parece ter secado e está inviável para a produção.

A especulação mais forte ainda está por conta do FED. O Banco Central americano já disse que vai ser "cauteloso" antes de aumentar os juros. Mas os jornalistas não largam do osso, e insistem todas as semanas em voltar ao assunto, dizendo que até outubro teremos aumento dos juros nos EUA.

E por falar em juros, como esperado, a nossa taxa de jurso básica subiu novamente nessa semana, na última reunião do COPOM. Agora a taxa básica é de 13,75% ao ano e deverá continuar subindo. Enquanto a inflação mostrar dinâmica, os juros sobem.

E como nos EUA a taxa de juros é zero, os americanos vem pra cá, fazendo todos os dias o volume de estrangeiros aplicando na Bovespa aumentar. Acompanhe nossa medida em nosso monitor de estrangeiros.

O IMA-entrada diário do Ibovespa continua sua trajetória de queda, agora em 0,45. Ainda é um bom momento de compra para o investidor de longo prazo, mas essa janela de compra está próxima do fim. Se o Ibovespa tiver mais dois meses de alta, o IMA-crash poderá aparecer.

IMA crash = 0,00

IMA entrada = 0,45

 

 

A linha vermelha é a análise da transformada wavelet do Ibovespa para o nível de estresse e possível crash (quedas abruptas mas a nível de 15 minutos) e o gráfico em azul é a transformada wavelet para o nível de entrada no mercado

ANÁLISE SEMANAL - Bovespa Intradiário ( dados a cada 15 minutos)

Na última análise de 30/05/2015 foi dito: "..Para a semana que vem, o IMA-crash ainda está persistente, mas não em alta. Praticamente continua no mesmo patamar de uma semana atrás. Como o IMA-entrada está em zero, o IMA_crash vai disparar somente se algum fato positivo mais forte ocorrer. Ou então irá para zero, se algum fato novo sobre a Grécia surgir..."

Com o anúncio de nova descoberta de petróleo, a Petrobras puxou a bolsa para cima entre segunda-feira e final do dia de terça-feira. Isso fez o IMA-crash do Ibovespa disparar e subir rápido, ultrapassando o limite de 0,8. Na quarta-feira ocorreu o primeiro momento de queda, se intesificando nessa sexta-feira. O Ibovespa voltou novamente para a casa dos 52 mil pontos.

O Ibovespa abriu aos 52.760 pontos na segunda-feira e oscilou forte, passando toda segunda-feira em baixa. Mas na terça-feira arrancda foi muito boa, batendo os 54.250 pontos, com as notícias da Petrobras. Mas na quarta-feira tudo desabou por conta do baixo volume do feriado, da nova taxa Selic já dada com certa (+0,5%) e com o atraso do pagamento da Grécia ao FMI.

Para semana que vem, a bolsa ainda deve abrir em baixa e com nervosismo vindo de fora. A Grécia vai agitar bem o mercado na semana que vem, e vai endurecer os discursos contra a França e Alemanha. Como o IMA-crash do Ibovespa ainda está bem significativo, acima de 0,2, a bolsa somente poderá se recuperar entre terça-feira ou final da quarta-feira da semana que vem.

Vamos relembrar o que eu escrevi sobre a FIBR3 semana passada? Então foi assim:

"...Uma ação com alerta de virada forte, mas que ainda caiu pouco é da FIBR3.... Como o IMA-crash da empresa ainda não zerou, existe ainda uma boa probabilidade de que a empresa caia mais nessa próxima semana. É uma ação que devemos ter cautela e observar com cuidado...."

Para quem observou com cuidado, viu que o alerta do IMA-crash da FIBR3 relamente antecipou em alguns dias a queda forte que as ações da empresa teve nessa semana. Veja o gráfico à seguir com um histórico de cinco dias no IMA-ONLINE. A queda foi de 4,85% em cinco dias de acompanhamento.

IMA-crash em comparação com FIBR3

Quanto a Natura, também o IMA emitiu um alerta de perigo, que se realizou de maneira apenas parcial. Dos R$ 29,54 a ação caiu para R$ 28,56 mas o IMA-crash não zerou e voltou a subir indicando probabilidade de mais queda forte na semana que vem.

IMA-crash em comparação com NATU3

O IMA-crash da Braskem "pegou" a queda logo que ela aconteceu na semana. O IMA-crash bateu de forma crescente o valor de 0,6 e a queda veio. Dos quase R$ 13,80 a ação terminou a semana em R$13,19. A queda foi de 4,42% em dois dias. Veja a fígura à seguir.

IMA-crash em comparação com BRKM5

Dentro do CANAL de assinantes, existem outras ações com alertas de entradas e saídas interessantes.

Acompanhe nossos indicativos na parte de assinantes do CANAL IMA-ONLINE. e saiba antes do mercado tradicional o que vai acontecer com suas ações. Venha fazer parte de nosso grupo de assinantes e desfrute de conhecer antes, o comportamento do mercado, através das frequências do IMA.

Gostou da análise semanal?

COLABORE COM DONATIVO PARA O SITE

(R$ 2,00 ; R$ 5,00 ; R$ 10,00 )

 

FATOS RELEVANTES POSITIVOS

Dolar foi o melhor investimento em maio.

Petrobras encontra petróleo em novo campo em Sergipe, à 5.350 metros de profundidade.

Petrobras consegue vender títulos de US$2,5 bilhões com vencimentoe em 100 anos.

Petrobras financiou R$ 3 bilhões com o Bradesco com prazo para pagamentos de 5 anos.

 

FATOS RELEVANTES NEGATIVOS

Ibovespa teve retorno negativo de 6,2%

Taxa de desemprego sobe para 8% no trimestre passado no Brasil

Grécia atrasa pagamento de EU$ 300 milhões ao FMI.

 

PRÓXIMA SEMANA

IGP-DI de Maio

INPC de Maio

IPCA de Maio

IGPM de Maio

Índice de Confiança do Consumidor nos EUA.

dias observação 1424

Eventos(sinais de alerta de crash)

93
Acertos 84 (90,3%)
Falsos Alarmes 09 (9,70%)
Queda média -2,68%
Queda máxima -6,91%
Queda mínima -0,08%
Valorização média nos falsos alertas +1,46%
Valorização máxima nos falsos alarmes +2,3%
Valorização mínima nos falsos alarmes +0,2%
Tempo médio até o mínimo valor após o sinal de alerta 2,66 dias
Tempo máximo até o mínimo valor após o sinal de alerta 10 dias
Tempo mínimo até o mínimo valor após o sinal de alerta 30 minutos