Mudanças Abruptas

Análise Semanal Ibovespa

02/03/2015 a 06/03/2015

 

Semana de vestibular para os políticos do Congresso Brasileiro. A ansiedade tomou conta dos "garotões" diante do vestibular do STF. Mas ao contrário dos adolescentes, nenhum político quer ver o nome na lista de aprovados. Mesmo os chamados "peixe-pequenos" estão nervosos, e se entregando que já levaram propinas, mas que não deveriam estar na lista. Só no Brasil mesmo.

Os políticos assumem as propinas e ao invés de entregar cargos, de trabalharem para o legislativo, ficam tomando cafézinhos e uísques discutindo sobre o nome de quem estará na lista do STF. As indicações falam em 54 parlamentares, mas 10% apenas do Congresso Nacional é muito pouco.

E como um garoto "mimado" e "bravinho" com o papai, o presidente do Senado resolveu retaliar todo o plano econômico e não aprovou a desoneração das leis trabalhistas. Não que isso realmente não seja importante para o trabalhador. Pagar menos imposto é um benefício importante.

Mas estranhamente, até semana passada, Renan Calheiros era a favor e ainda bateu boca com Aécio Neves. Depois todo mundo entendeu o por que de sua revolta e mau humor. Seu nome estava cogitado de estar na lista do STF da operação lava jato e queria que a presidência da República fizesse uma blindagem nele. Como foi feito com Sarney.

E com tudo isso, claro, a Bovespa ficou instável e veio abaixo. Na terça-feira até estava subindo bem até o meio dia e terminou quase estável ao final do dia. Mas depois da "peraltisse" do Congresso, a bolsa virou forte logo na abertura de quarta-feira.

A SABESP demitiu 300 funcionários como parte do plano de corte nos gastos. A corda arrebentou para o mais fraco, depois da incompetência do governo de São Paulo em lidar com a crise da água. E vem racionamento por aí. E o pior é que a água contaminada com diversas bactérias perigosas da represa Billings será usada como ajuda ao abastecimento.

A taxa Selic voltou a subir 0,5% e agora está a 12,75% ao ano. Infelizmente um mal necessário. Era para ser evitável, mas gastando mais do que arrecadou, o governo federal se entregou aquilo que sempre criticou: política de juros alto como controle de inflação.

Nos EUA, surpreendentemente os estoques de petróleo aumentaram absurdamente e o preço do barril derreteu nessa sexta-feira. Caiu quase 4% levando as ações de todas as petrolíferas ao redor do mundo a sofrerem quedas também. Obviamente a Petrobras também sofreu com esse estoque nos EUA.

Na Europa o presidente do Banco Central Europeu se vangloriza de "controlar" a crise com o aumento na recompra dos títulos das dívidas dos países. Isso é pura invenção, pois a crise continua, e depois da Grécia, em breve será a vez de Portugal, Espanha e Itália pedirem extensão no prazo da ajuda financeira.

O livro Bege americano, uma espécie de ata da reunião do FED, afirmou que o crescimento americano continua moderado. Isso é um sinal ao mercado de que o aumento na taxa de juros dos EUA não será por esses meses. E com isso, os investidores estrangeiros continuam entrando na Bovespa. Acompanhe nossa medida em nosso monitor de estrangeiros.

O IMA-entrada diário caiu para 0,77, o mais baixo desde Novembro de 2014. É um sinal para o investidor de longo prazo que o momento é bom para compras na Bovespa. Comprar e esperar alguns anos pode trazer bom retorno.

IMA crash = 0,0

IMA entrada = 0,82

 

 

A linha vermelha é a análise da transformada wavelet do Ibovespa para o nível de estresse e possível crash (quedas abruptas mas a nível de 15 minutos) e o gráfico em azul é a transformada wavelet para o nível de entrada no mercado

ANÁLISE SEMANAL - Bovespa Intradiário ( dados a cada 15 minutos)

Na última análise de 27/02/2015 foi dito:".. Para a semana que vem, o Ibovespa deverá abrir em pequena queda, até o IMA-crash zerar. Se o IMA-entrada não aparecer, o Ibovespa poderá voltar a subir. Pode ser que na segunda-feira a tarde não vejamos mais queda do Ibovespa, ou no mais tardar, uma boa alta poderá aparecer na terça-feira pela manhã..."

Mas o IMA-entrada apareceu e estragou a festa. Mesmo zerando o IMA-crash, o IMA-entrada apareceu indicando que a queda ia continuar. E assim o Ibovespa ficou a semana inteira em queda. Na terça-feira até teve uma boa alta até o meio-dia, mas a tarde a bolsa passou a oscilar terminando quase no zero a zero. Quarta-feira o Ibovespa desepencou forte na abertura e assim ficou o dia todo.

E durante todos os dias da semana, o Ibovespa seguiu trajetória de queda. Dos 51.390 até o fechamento dessa análise o Ibovespa estava em 49.884, queda de 2,9% na semana.

Desde que o IMA-crash atingiu seu máximo na semana passada, alertando de queda forte, o Ibovespa caiu de 52.306 para 49.884. O alerta indicou 2 dias antes do início uma queda de 4,63%. IMA-crash alto, mais uma vez acertou para o sinal do Ibovespa. E acertou para outras ações em nosso CANAL ONLINE.

É o caso da ação do Itaú, que despencou depois do alerta do IMA-crash conforme pode ser visto na figura à seguir.

IMA-crash para ITUB4

Outro acerto foi para o Bradesco, que também caiu forte depois do IMA-crash atingir 0,7, mostrado na figura à seguir.

IMA-crash para BBDC4

Tambéma a ação da FIBR3 caiu depois do alerta do IMA-crash (ver figura abaixo). E como o IMA-crash dessa ação continua alto, ainda podemos ver mais quedas dela na semana que vem.

IMA-crash para FIBR3

A Braskem foi outra que sua queda foi avisada antes pelo IMA-crash (figura à seguir). E poderá cair novamente nessa semana que vem.

IMA-crash para BRKM5

Para a semana que vem, como o IMA-entrada intradiário do Ibovespa está aumentando, a incerteza política do fim de semana poderá fazer o inídice da bolsa na segunda-feira cair mais um pouco.

Mas como o IMA-entrada está lentamente caminhando numa reta paralela ao eixo, pode ser que após o meio dia ocorra uma reversão por algum "efeito notícia". IMA-entrada alto é sinal de mudança de tendência para alto no sinal do Ibovespa. Vamos esperar para ver sua confirmação.

Acompanhe nossos indicativos na parte de assinantes do CANAL IMA-ONLINE. e saiba antes do mercado tradicional o que vai acontecer com suas ações. Venha fazer parte de nosso grupo de assinantes e desfrute de conhecer antes, o comportamento do mercado, através das frequências do IMA.

Gostou da análise semanal?

COLABORE COM DONATIVO PARA O SITE

(R$ 2,00 ; R$ 5,00 ; R$ 10,00 )

 

FATOS RELEVANTES POSITIVOS

BRASKEN acerta novo contrato com Petrrobras por 6 meses.

BC registra lucro de RS 30 bilhões em 2014.

China corta juros em 0,25%.

Petrobras aprova plano de redução de investimento da ordem de R$ 40 bilhões.

Lucro da Embraer aumentou 2,4% em 2014.

Livro Bege diz que EUA continua crescendo moderadamente.

 

FATOS RELEVANTES NEGATIVOS

GAFISA tem prejuízo de R$ 43 milhões em 2014.

Luz fica mais cara em média 31%.

Lucro da Gerdau cai 12,4% em 2014.

SELIC vai para 12,75% ao ano.

CCR teve queda no lucro de 1,5% em 2014.

Dolar ultrapassa os R$ 3,00.

IPCA indica inflação de 7,7% acumulada em 12 meses.

SABESP demite 300 funcionários

 

PRÓXIMA SEMANA

Produção Industrial em janeiro no Brasil

Divulgação do IGP-M

Divulgação do Orçamento do Tesouro americano

Psequisa do Comércio de Janeiro no Brasil

Indice de confiança do consumidor de Março nos EUA

dias observação 1363

Eventos(sinais de alerta de crash)

88
Acertos 79 (89,7%)
Falsos Alarmes 09 (10,3%)
Queda média -2,69%
Queda máxima -6,91%
Queda mínima -0,08%
Valorização média nos falsos alertas +1,46%
Valorização máxima nos falsos alarmes +2,3%
Valorização mínima nos falsos alarmes +0,2%
Tempo médio até o mínimo valor após o sinal de alerta 2,66 dias
Tempo máximo até o mínimo valor após o sinal de alerta 10 dias
Tempo mínimo até o mínimo valor após o sinal de alerta 30 minutos