Mudanças Abruptas

Análise Semanal Ibovespa

02/06/2014 a 06/06/2014

 

Dilma caiu, Petrobras subiu. E todo mundo acredita nessa relação, porque os grandes fundos jogam dinheiro nessa falácia e os pequenos investidores acreditam. Assim como na última divulgação que mostrou uma queda pequena nas pesquisas eleitorais, os preços das ações Petrobras caíram. Isso aconteceu mesmo com maior venda de petróleo, maior extração e aumento dos combustíveis.

Ou seja, a velha e tradicional relação de que devemos ter olhando para a saúde da empresa foi jogada no lixo, pelo "achismo". Ao vincular o nome da presidente como a "comandante" da empresa, os grandes investidores desviaram os olhares de todo mundo para um alvo perigoso: as pesquisas eleitorais.

Antigamente os boletins do COPOM eram durante o pregão e as dúvidas sobre os vazamentos das informações sempre estavam presentes. Ao modificar a divulgação para um horário fora do pregão, o COPOM pelo menos tentou tornar um pouco mais igual a concorrência entre "poderosos" e "sardinhas".

A CVM já manifestou preocupação com essas pesquisas eleitorais, pois quem as está divulgando são empresas e não órgãos oficiais. E quem mantém IBOPE, DATA FOLHA e outros do mesmo tipo? Os patrocinadores como os bancos, fundos de investimentos e empresas. Logo, essa relação entre mercado financeiro, patrocinadores e índices que os próprios patrocinadores participam, soa como uma radiação letal e traiçoeira.

Hoje é aniversário do desembarque da Normandia, o chamado "dia D". Muitos soldados morreram antes do desembarque, antes mesmo de colocar os pés na praia francesa. E quem estava lá na França comemorando o dia? Sim, Putin estava ao lado do presidente Francês, da rainha da Inglaterra e de todo mundo que o criticou. A Europa realmente merece estar nessa crise financeira, pois não consegue assumir posição forte contra seus próprios problemas.

E a crise por lá continua como uma doença corrosiva, pois agora o Banco Central Europeu decidiu cobrar uma taxa extra dos bancos que mativerem dinheiro parado em investimentos, ao invés de oferecer em créditos.

Nos EUA, mesmo com o chamado livro Bege do FED mostrando otimismo com a recuperação americana, hoje a taxa de desemprego veio no mesmo patamar de 6,3%. O mercado estimava uma melhora na taxa. A Standard & Poor's manteve também a nota rebaixada dos EUA e vê perspectiva estável. Ou seja, tão cedo não vão mexer nela.

No Brasil o relatório Focus aponta que a alta de juros acabou e vamos ficar com Selic de 11% até o fim do ano. Esses analistas estão cada vez mais loucos e errados. O relatório Focus é apenas uma consulta às empresas e fundos sobre suas esperanças nas finanças. Por que estão loucos?

Ponto-1: A ata do COPOM já desmentiu essa previsão, com alguns diretores reconhecendo que a alta ainda não resolveu o problema da inflação.

Ponto-2: Se Dilma ganhar a eleição, ela vai pedir discretamente para que o COPOM aumente os juros para controlar a inflação. Se Dilma perder, também vai exigir isso, pois vai querer mais ver o próximo governo arder em chamas, como ela está ardendo.

Ponto-3: Já foi ao supermercado hoje? Se o leitor ainda não foi, deveria ir para sentir a inflação no bolso, e ver que os juros agora devem subir mais para frear essas altas.

Os estrangeiros continuam chegando e entrando na Bovespa com aumentos semanais constantes. Nosso monitor de estrangeiros mostra alta contínua desde o início desse ano.

O IMA-entrada diário nessa semana permaneceu o mesmo, parado em torno de 0,70.

 

IMA crash = 0,0

IMA entrada = 0,70

 

 

A linha vermelha é a análise da transformada wavelet do Ibovespa para o nível de estresse e possível crash (quedas abruptas mas a nível de 15 minutos) e o gráfico em azul é a transformada wavelet para o nível de entrada no mercado

ANÁLISE SEMANAL

Na última análise de 30/05/2014 foi dito:" ...E a casa dos 52 mil pontos ficou para trás, com o Ibovespa fechando em 51.239 pontos, deixando todo mundo triste novamente. Mas a boa notícia é que pode ser um excelente momento para compras. O IMA-entrada passou de 0,8 e segunda-feira de manhã, apesar de ser possível abrir em queda, as chances de alta na semana são muito boas...."

E vai dizer que a semana não foi boa? Dos 51.239 o Ibovespa fechou em 53.128 pontos (alta de 3,68%). Realmente o IMA-entrada deu um excelente sinal na semana passada. O indicativo de compra foi muito bom, mostrando uma boa janela de oportunidades.

Mas obviamente que o investidor que acompanha o IMA-ONLINE teve que ter paciência, pois ocorreu muita oscilação com leve tendência de alta na semana. Na quinta-feira tivemos uma baixa generalizada do Ibovespa. A "culpa" foi do ministro Mantega que negou um aumento de combustível solicitado pela Petrobras.

E na sexta-feira....buumm! O dia começou com forte alta, até mesmo irreal diante da situação política e econômica do país. E o que vai acontecer na segunda-feira? Até a tarde de segunda, no máximo manhã de terça-feira, teremos queda generalizada e muito forte. Muito forte mesmo, podemos esperar isso. O IMA-crash passou de 0,82 no dia de hoje. Conforme nossa tabela ao lado, em até dois dias de pregão, tudo voltará.

Quem perdeu o "bonde", melhor deixar para a próxima janela de entrada. Talvez um bom dia de compra seja na sexta-feira que vem, pois na quinta-feira tem jogo do Brasil e é feriado em São Paulo. Se tivermos mesmo uma queda, ela deverá se manter ou reforçar na sexta-feira que vem.

Veja no CANAL-ONLINE quais as ações que vão cair na próxima semana.

Acompanhe nossos indicativos na parte de assinantes do CANAL IMA-ONLINE. e saiba antes do mercado tradicional o que vai acontecer com suas ações. Venha fazer parte de nosso grupo de assinantes e desfrute de conhecer antes, o comportamento do mercado, através das frequências do IMA.

 

FATOS RELEVANTES POSITIVOS

Produção do pré-sal aumentou 4%.

BB paga dividendos de R$ 0,32 por ação

Relatório Focus aponta fim da alta dos juros.

Mantega nega aumento de combustível

Livro Bege do FED mostra otimismo

FATOS RELEVANTES NEGATIVOS

ATA do COPOM mostra pessimismo e novas altas dos juros.

Banco Central Europeu vê riscos de deflação.

Standar & Poor's não aumenta nota de crédito dos EUA.

Taxa de desemprego nos EUA permanece em 6,3%.

 

PRÓXIMA SEMANA

Balança Comercial do Brasil

Divulgação do Índice de Confiança no Brasil

Divulgação de pesquisa sobre empregos e salários na indústria

dias observação 1176

Eventos(sinais de alerta de crash)

77
Acertos 67 (88,2%)
Falsos Alarmes 09 (11,8%)
Queda média -2,56%
Queda máxima -6,73%
Queda mínima -0,08%
Valorização média nos falsos alertas +1,46%
Valorização máxima nos falsos alarmes +2,3%
Valorização mínima nos falsos alarmes +0,2%
Tempo médio até o mínimo valor após o sinal de alerta 2,51 dias
Tempo máximo até o mínimo valor após o sinal de alerta 7,27 dias
Tempo mínimo até o mínimo valor após o sinal de alerta 30 minutos