Mudanças Abruptas

Análise Semanal Ibovespa

03/06/2013 a 07/06/2013

 

Ao tentar acertar o câmbio, o ministro Mantega acertou o próprio pé. Ou na verdade, os nossos pés. O que o ministro ainda não percebeu é que com o mercado financeiro, você deve agir com cautela e inteligência. O banco inglês Barclays avisou que um IOF nulo poderia ser a chance dos clientes presos no Brasil partirem (veja no UOL). Na verdade o grande esmagador não avisou, ele recomendou e ajudou em boa parte a executar a saída de mais de 1 bilhão de reais do Brasil, segundo o UOL.

Tudo bem, se o ministro queria segurar o câmbio, poderia até baixar o IOF, mas só um pouco, para estudar o movimento de manada. Se só passar alguns "boizinhos" baixa mais um pouco. Ou então cria uma regra diferente, baixando a zero se os investidores pagassem o que ganharam por outra porta. E eles ganharam muito como sempre escrevemos aqui. Estavam e ainda estão sempre vendidos no mercado futuro.

Agora eles vão partir com a benevolência do governo brasileiro. Infelizmente o governo não entende o funcionamento do mercado especulativo. E o pior que agora que a porteira se abriu, daqui a pouquinho vai aparecer o o grande George Soros para enterrar o real. Isso se já não estiver participando da manada.

Escrevi em meu livro sobre como os mercados operam em códigos. As agências sempre enaltecem os pontos fracos e baixam os pontos fortes quando tem interesse. Por exemplo, o desemprego americano aumentou, provando a péssima política de Ben Bernanke. De 7,5% passou para 7,6%, mas as agências e fundos acharam boa notícia pois a procura por seguro desemprego não foi tão alta. E o Dow Jones subiu 1,38% enquanto o Ibovespa caiu 2,39%.

Na Europa o FMI alertou a França que o governo está muito devagar nas medidas para aumentar o crescimento. Da mesma forma o Banco Central Europeu alertou a Grécia que seu plano de recuperação tem falhas. Isso é que dá ficar na mão dos banqueiros da Europa. O povo já perdeu metade do salário, impostos estão altos, desempregos estratosféricos e a recomendação é : aperta mais!

E como veneno sempre escorre da boca da cobra depois da mordida, a Standard & Poor's estava com saudade de bater em alguém. E ajudou a empurrar nossa economia ainda mais para baixo, derrubando a Bovespa com seu tom "ameaçador" : Podemos baixar a nota de crédito do Brasil. Eles acertaram em 2008? Até hoje foram incompetentes em responder a questão: "por que erraram, se julgam tão bem todo mundo?"

O saldo acumulado de estrangeiros na Bovespa parece estável em nosso monitor de estrangeiros. Mas isso não é verdade. Devemos lembrar que estamos olhando para o passado. Os valores que observamos estão 2 dias defasados, pois a Bovespa sempre coloca em sua tabela dados defasados de 2 dias. Na terça-feira que vem, vamos poder observar uma grande queda no gráfico informativo. Esse é o motivo pelo qual ele ainda não caiu significativamente. Mas vai cair.

O IMA-entrada que estava caindo reverteu o valor e agora, depois dessas quedas dessa semana, voltou a subir.

IMA crash = 0,0

IMA entrada = 0,79

 

 

A linha vermelha é a análise da transformada wavelet do Ibovespa para o nível de estresse e possível crash (quedas abruptas mas a nível de 15 minutos) e o gráfico em azul é a transformada wavelet para o nível de entrada no mercado

ANÁLISE SEMANAL

Na última análise de 31/05/2013 foi dito:" ... O IMA-entrada está forte mostrando compra em 0,966. Quem comprou nessa sexta-feira à tarde, ou comprar na segunda-feira de manhã poderá terminar a semana que vem sorrindo com os lucros. O problema é o Japão, que se cair mais forte, pode contaminar a Europa já cambaleante, e atingir o Dow Jones. Se isso acontecer, o patamar de 53 mil pontos do Ibovespa pode ser perfurado para baixo...".

Ninguém terminou a semana sorrindo. Na verdade quem comprou na sexta-feira passada ou na segunda, só deu alguns sorrisos até terça-feira à tarde. Se a venda foi antes das 15 horas, o investidor ficou feliz, caso contrário acabou contaminado pelas quedas. A última boa alta foi três semanas atrás quando o IMA-crash apareceu com valor de 0,8 na minha análise de 24 de Maio. Depois do feriado de Corpus Cristi a tendência foi só de sobressaltos para baixo.

E como o Japão realmente continuou a cair forte e vai continuar semana que vem caindo ainda mais, os 53 mil pontos que pareciam baixos, deixaram saudades. Terminamos a semana na casa dos 51 mil pontos.

Entramos agora numa nova fase das quedas. São as quedas contaminadas, onde as vendas se movem em blocos. Quem está fora deve comprar? Somente se for pouco e com cautela. Mesmo com o IMA-entrada se mostrando forte e recomendando compra, o efeito manada pode enganar o índice. Duas recomendações de entrada foram razoáveis, mas como o Ibovespa não subiu tanto, os ganhos só apareceram para operações super-rápidas. Mas claro, quem gosta de operar como vendido, ou com as "put", estão muito felizes nessa semana..

A melhor atitude é começar compras pequenas quando o IMA-entrada começar a cair. Pelo menos é um sinal de que momentâneamente a bolsa pode subir um pouco. Mas se estiver subindo e o governo "inventar" alguma nova regra como a do IOF, tudo reverte novamente. A hora é de cautela, pois o Japão está caindo forte e já começa a levar com ele o Hang Seng da China. O índice Chinês novamente voltou para o patamar de 21 mil pontos, pontuação que há muito tempo não atingia.

Acompanhe nossos indicativos na parte de assinantes do CANAL IMA-ONLINE.

 

FATOS RELEVANTES POSITIVOS

Navio Plataforma começa a extrair petróleo comercial do Pré-Sal na área Lula Nordeste.

Ata do COPOM dá indicios de novo aumento na SELIC

 

 

FATOS RELEVANTES NEGATIVOS

Standard & Poors ameaça rebaixar grau de investimento no Brasil

Governo zera IOF para estrangeiros

Dolar dispara e chega a R$2,14

Desemprego aumenta nos EUA de 7,5% para 7,6%.

 

 

 

PRÓXIMA SEMANA

Crise do dolar

Crise da Funai

Crise das passagens de ônibus

Manifesto na Turquia

Repercussão ainda do IOF nulo

 

dias observação 1009

Eventos(sinais de alerta de crash)

65
Acertos 57 (87,7%)
Falsos Alarmes 08 (12,3%)
Queda média -2,62%
Queda máxima -6,73%
Queda mínima -0,08%
Valorização média nos falsos alertas +1,46%
Valorização máxima nos falsos alarmes +2,3%
Valorização mínima nos falsos alarmes +0,2%
Tempo médio até o mínimo valor após o sinal de alerta 2,68 dias
Tempo máximo até o mínimo valor após o sinal de alerta 7,27 dias
Tempo mínimo até o mínimo valor após o sinal de alerta 30 minutos