Mudanças Abruptas

Análise Semanal Ibovespa

01/11/2010 a 05/11/2010

E as bolsas subiram por todo o mundo. O responsável por essa subida foi o FED e seu principal executivo, o presidente Ben Bernanke. Ao anunciar o plano de recompra dos títulos na ordem de 600 bilhões de dólares, o mercado mundial gostou.

Isso não quer dizer que o que o fez o FED está correto. Conforme mencionamos em nosso texto "dólar sem arruela de vedação", todos os segmentos e políticos do mundo estão contra essa idéia do FED. A grosso modo significa que eles vão imprimir dólares sem lastro à vontade para vender produtos americanos mais baratos. Compraram uma briga com a China, mas por tabela, o mundo inteiro se virou contra os EUA. A idéia de Ben Bernanke é produzir inflação artificial, com medo dos EUA cair na deflação.

O medo é que os EUA se transformem no japão da década de 1990 e que a roda não gire. Mas imprimir dinheiro sem lastro vai provocar consequências desagradáveis no futuro.

Em termos do Brasil, tudo ia bem até o anúncio do FED na quarta-feira. Até mesmo o dólar estava subindo um pouco. Para a Bovespa foi ótimo o anúncio pois a bolsa subiu forte atingindo os históricos 73 mil pontos. Mas a reação entre os políticos não foi boa e o dólar caiu para baixo de R$1,68. Problemas sérios para nossas exportações num futuro breve.

Como está em "extase" o mercado mundial nem ligou para o índice de desemprego americano que continuou nos 9,6%. Na verdade houve até comemoração pela criação inesperada de 150 mil vagas extras no mês passado. Na verdade o mercado não quer enxergar que essas contratações são de serviços temporarários para a época de natal dos EUA.

O IMA-crash está estacionado em 0,86 e não andou nessa semana. Semana que vem nos espera ainda a repercussão da atitude isolada do FED.

IMA crash = 0,86

IMA entrada = 0,00

 

A linha vermelha é a análise da transformada wavelet do Ibovespa para o nível de estresse e possível crash (quedas abruptas mas a nível de 15 minutos) e o gráfico em azul é a transformada wavelet para o nível de entrada no mercado.

 

Na análise de 29/10/2010 foi dito:"..Pode ser que a fase de rally tenha terminado (momentâneamente) até o próximo boato. Eles agora não vão parar mais. Já para o Ibovespa, também com o feriado de terça-feira, segunda-feira deve ser dia de muitas realizações. O IMA está em zera-a-zero tanto para entrada quanto para saída, Mas como vai ter reunião do FED nos EUA, pode ser que fortes realizações venham levar as bolsas mundias para baixo. .As realizações de segunda-feira, véspera de feriado, foram insignificantes e o rally não terminou. Pelo contrário, com o anúncio do FED a Bovespa disparou. Por isso, quando o IMA-crash e IMA-entrada estão em zero não se deve fazer especulações.

Quando os dois indicadores (Crash, Entrada) estão em zero existe 50% de chance da bolsa subir ou cair. Apostamos na queda (que seria mais óbvio) mas esquecemos que o mercado não é óbvio. Para essa próxima semana, o IMA-crash está acima de 0,8 e a tendência é realmente uma correção forte. Se estatísticamente o IMA estiver certo, teremos uma queda nessa semana. O Ibovespa até tentou se corrigir com o IMA-crash em 0,7, mas com o anúncio do FED a bolsa subiu e o IMA-crash atingiu 0,89.

Quando o IMA atingiu 0,89 o Ibovespa estava em 73.059 e terminou sexta-feira com 72.606 com o IMA em 0,80. Segunda-feira e terça-feira o Ibovespa ainda deve continuar caindo. Se voltar a subir, a próxima queda poderá ser muito forte.

 

 

 

FATOS RELEVANTES POSITIVOS

Gastos do setor público e privado nos EUA subiram 0,5% em setembro.

Ministério da Fazendo no Brasil estima cresimento do PIB entre 7,5% a 8% em 2010.

Poupança capta quase R$ 10 bilhões.

Bolsas sobem com anúncio do plano do FED para recompra de títulos americando e injeção de US$ 600 bilhões.

Bancos da inglaterra e Europa mantêm suas taxas de juros.

 

 

FATOS RELEVANTES NEGATIVOS

Dólar termina a semana em queda, ao redor de R$1,67.

Taxa de desemprego nos EUA continua em 9,6%.

 

 

PRÓXIMA SEMANA

 

dias observação 367

Eventos(sinais de alerta de crash)

35
Acertos 28 (80%)
Falsos Alarmes 07 (20%)
Queda média -2.2%
Queda máxima -6,6%
Queda mínima -0,08%
Valorização média nos falsos alertas +1,46%
Valorização máxima nos falsos alarmes +2,3%
Valorização mínima nos falsos alarmes +0,2%
Tempo médio até o mínimo valor após o sinal de alerta 2,87 dias
Tempo máximo até o mínimo valor após o sinal de alerta 7,4 dias
Tempo mínimo até o mínimo valor após o sinal de alerta 30 minutos