Mudanças Abruptas

Análise Semanal Ibovespa

05/10/2015 a 09/10/2015

 

A semana foi marcada pelo grande acordo internacional entre os EUA e mais 10 países que tem o Oceano Pacífico como seu litoral. É um importante acordo para os EUA, mantendo assim seu comércio aquecido e troca de mercadorias sem as burocracias tradicionais.

Não foi só o Brasil que não gostou, mas a Europa já ficou com o pé atrás, visto que seu maior parceiro estará agora com os olhos voltados para o comércio do novo bloco comercial construído pelo presidente Obama.

Também foi um duro golpe para o partido republicano dos EUA, que vinha criticando os democratas pela estagnação do comércio internacional. Mesmo Obama sendo responsável por tirar o país da crise financeira internacional, ele é duramente criticado internamente sob o aspecto econômico.

E por falar em economia, a inflação voltou a aumentar no Brasil. O IPCA subiu 0,54% em Setembro e acumula alta de 9,49% em 12 meses. A meta do governo é 4,5% mais 2% de banda. O próprio BC já projeta que voltará à meta somente daqui há dois anos, se tudo correr bem.

O maior responsável pela alta da inflação foi o aumento do gás, e derivativos do petróleo reajustados pela Petrobras. Se mais um mês o IPCA aumentar, próxima reunião do COPOM poderá voltar a ter aumento da taxa Selic.

O COPOM já avisou quem não terá restrições para aumentar os juros básicos do Brasil enquanto a inflação não ceder. E lá vem mais desemprego. Com a alta dos juros o setor de comércio é o que mais sente. E também o que mais demite.

E mesmo com todo esse quadro a Bovespa alavancou bem uma alta nessa semana. Puxada por Petrobras e Vale, a Bovespa está no meio de um forte rally, fazendo com isso a cotação do dolar despencar nessa sexta-feira. Nada faz lembrar o R$ 4,19 de alguns dias atrás.

O investimento estrangeiro na Bovespa está oscilando em torno do mesmo patamar desde o dia 27 de Setembro. Com a recuperação no preço das commodities, sobretudo do petróleo, muitos investidores voltaram a apostar na alta das empresas ligadas a esse setor. Com isso o volume de dinheiro voltou a subir na Bovespa. Acompanhe nossa medida em nosso monitor de estrangeiros.

O IMA-entrada diário teve uma pequena e insignificante queda nessa semana, graças a pronunciada alta do Ibovespa. Agora o IMA-entrada está em 0,84.

IMA crash = 0,00

IMA entrada = 0,84

 

 

A linha vermelha é a análise da transformada wavelet do Ibovespa para o nível de estresse e possível crash (quedas abruptas mas a nível de 15 minutos) e o gráfico em azul é a transformada wavelet para o nível de entrada no mercado

ANÁLISE SEMANAL - Bovespa Intradiário ( dados a cada 15 minutos)

Na última análise de 02/10/2015 foi dito: "....Com isso, há uma enorme probabilidade de queda muito forte para a semana que vem, fazendo o Ibovespa cair em torno de 2 mil pontos. Na segunda-feira pela manhã, o Ibovespa deverá subir forte ainda, por conta de quem ficou de fora do mercado nessa semana...".

Nada disso ocorreu. A Bovespa continuou seu rally de alta, quase voltando aos 49 mil pontos. Com o corte nos planos de investimento da Petrobras, as ações dispararam, com os investidores vendo possibilidades de ganhos mais altos com possíveis dividendos. A empresa cortou investimentos para valorizar o plano de ganho de acionistas e eles gostaram.

Dos 47 mil pontos na abertura da Bovespa na segunda-feira, o Ibovespa subiu até o patamar máximo de 49.666 na sexta-feira. O IMA-crash que esteve em seu máximo valor de 0,9 agora começou a perder força no final dessa sexta-feira. O Ibovespa começou a reduzir sua velocidade de alta, com possíveis realizações de ganhos após uma bela alta semanal.

Para a semana que vem, temos o feriado de segunda-feira quando o mercado financeiro nacional estará fechado. Dependendo do que acontecer na segunda-feira no mercado internacional, poderemos ter reflexos somente na terça-feira por aqui no Brasil.

Com a forte alta do IMA-crash e sua perda de força, parece que poderemos ter uma correção bastante acentuada após o feriado. Ainda mais se levarmos em conta que a tal "pauta bomba" poderá ser votada e alguns pedidos de impeachment também. Será uma semana política nervosa, e isso pode refletir na Bovespa.

Dissemos o seguinte para a PETR4:

"...Para a semana que vem, apesar do IMA-crash do Ibovespa estar muito alto, o IMA-crash da Petrobras (PETR4) está ainda "tranquilo". Mesmo com o forte rally dessa semana, o IMA-crash somente começou a aparecer no final dessa sexta-feira. Pode significar que a PETR4 deverá ainda aumentar na segunda-feira para somente virar na terça-feira..."

E foi uma semana bem tranquila para a PETR4 com boa alta e recuperação nos preços do ativo. Seu IMA-crash ainda não está tão alto e podemos ter ainda mais alguns dias de alta para essa ação (ver figura a seguir).

Comparação PETR4 x IMA-crash

Para a COSAN dissemos:

"...Qual será a primeira ação a cair na semana que vem? Se tivesse que apostar em alguém, uma ação provável para queda é a da COSAN (CSAN3)...".

A ação teve uma queda, mas não foi tão forte assim. O IMA-crash começou a cair forte, o que poderá indicar uma correção na terça-feira que vem. No entanto, a empresa parece reagir e nessa sexta-feira voltou a subir. Com IMA-crash em 0,4 ainda existe uma grande chance dessa ação ter forte queda após o feriado.

 

Comparação CSAN3 x IMA-crash

Acompanhe nossos indicativos na parte de assinantes do CANAL IMA-ONLINE. e saiba antes do mercado tradicional o que vai acontecer com suas ações. Venha fazer parte de nosso grupo de assinantes e desfrute de conhecer antes, o comportamento do mercado, através das frequências do IMA.

Gostou da análise semanal?

COLABORE COM DONATIVO PARA O SITE

(R$ 2,00 ; R$ 5,00 ; R$ 10,00 )

 

FATOS RELEVANTES POSITIVOS

PETROBRAS reduz investimentos para geração de valores a acionistas

EUA e mais 10 países fecham acordo de cooperação de mercado no pacícifico

Moody's mantém grau de investimento da Gerdau

 

 

FATOS RELEVANTES NEGATIVOS

Engenheiros da VW confessam fraude

CCR reduz dividendos divulgados em agosto

Bancários entram em greve

IPCA tem aumento de 0,54%. Inflação no ano atinge 7,64%. Em 12 meses está em 9,49%.

 

 

PRÓXIMA SEMANA

Feriado de Nossa Senhora dia 12 de Outubro

Relatório de comércio no Brasil em Agosto

Relatório de emprego e salário industrial no Brasil em agosto

Produção Industrial nos EUA em Setembro

Indice de confiança do consumidor nos EUA em Outubro

dias observação 1510

Eventos(sinais de alerta de crash)

99
Acertos 90(90,9%)
Falsos Alarmes 09 (9,1%)
Queda média -2,75%
Queda máxima -7,77%
Queda mínima -0,08%
Valorização média nos falsos alertas +1,46%
Valorização máxima nos falsos alarmes +2,3%
Valorização mínima nos falsos alarmes +0,2%
Tempo médio até o mínimo valor após o sinal de alerta 2,66 dias
Tempo máximo até o mínimo valor após o sinal de alerta 10 dias
Tempo mínimo até o mínimo valor após o sinal de alerta 30 minutos