Mudanças Abruptas

Análise Semanal Ibovespa

06/04/2015 a 10/04/2015

 

Doze. Esse é um número que há muito tempo não aparece como principal preço nas ações da Petrobras (PETR4). A última vez foi no fechamento de 5 de dezembro de 2014. Mas nessa semana a arrancada foi além de todas as expectativas, fazendo a ação preferencial PETR4 fechar a R$ 11,82.

Um dos motivos foi o "zum-zum-zum" sobre o balanço da empresa. A presidente Dilma afirmou que a empresa limpou o que tinha que limpar e agora volta ao normal. O outro motivo foi a linha de crédito bilionária recebida do banco da China. E por último o tão esperado balanço que deverá ser divulgado até dia 20 desse mês de abril.

Notícias de hoje ainda reforçaram que a empresa chegou a um acordo com a CVM e com a SEC (EUA) e a baixa contábil já tem um número fechado para cada propina encontrada. Vamos ver e esperar.

Na Usiminas, finalmente tem um presidente escolhido pela maioria, o que talvez estanque a queda diária que a ação vem tendo desde o ano passado. Já para a Vale, a situação se complica a cada novo balanço, por conta das vendas fracas para a Asia.

A OGX está cada vez mais caminhando para seu desaparecimento. Nessa semana divulgou que realmente vai devolver o poço de petróleo Tubarão Azul e desativar a plataforma de extração. No dia seguinte, outra bomba. A empresa disse que não tem caixa para pagar US$ 73 milhões em empréstimos e busca acordo com os credores.

No campo político, o novo ministro da educação tomou posse e foi cauteloso sobre os investimentos em educação. Sua fala agradou as empresas que comandam algumas universidades particulares e tem ações na bolsa.

Semana que vem promete ser quente, pois estará em andamento a cúpula das américas. O burburinho era para ser apenas entre EUA e Cuba, após mais de 50 anos de sanções econômicas e reatamento nesse ano. Mas a Venezuela.... vai causar um estrago. Deve ter bate-boca nessa reunião.

A Europa está quieta e calma, com a peregrinação do líder da Grécia acalmando os bancos, dizendo que vai começar a pagar alguns empréstimos. O primeiro a receber será o FMI. O mercado se tranquilizou e as bolsas do mundo inteiro subiram. E com isso, a cotação do dolar no Brasil despencou.

O perigo é na China. O Hang Seng, gigante adormecido de Pequim, começou a subir rápido demais. Essa semana terminou em 27 mil pontos, quando seu recorde foi em 2007 com 33 mil pontos. Aliás foi sua queda naquele ano, que lentamente decretou que algo sério estava por vir em 2008.

Os estrangeiros não param de chegar na Bovespa. O volume de investimentos estrangeiros bate recorde todas as semanas. Acompanhe nossa medida em nosso monitor de estrangeiros.

O IMA-entrada diário caiu mais um pouco nessa semana, com as altas da Bovespa. Ainda para longo prazo é um bom momento de compras na Bovespa.

IMA crash = 0,0

IMA entrada = 0,733

 

 

A linha vermelha é a análise da transformada wavelet do Ibovespa para o nível de estresse e possível crash (quedas abruptas mas a nível de 15 minutos) e o gráfico em azul é a transformada wavelet para o nível de entrada no mercado

ANÁLISE SEMANAL - Bovespa Intradiário ( dados a cada 15 minutos)

Na última análise de 02/04/2015 foi dito:"...Para o intraday, agora o mercado está mais perigoso. O IMA-crash está acima de 0,8, o que nos indica forte probabilidade de correção forte ainda na segunda-feira....".

O Ibovespa não caiu. Pelo contrário chegou duas vezes na semana próximo dos 54.300 pontos. O Ibovespa estacionou com oscilações fortes provocadas pelas ações dos bancos. Enquanto as ações da Petrorbras subiam forte durante a semana, o ibovespa hora subia, hora caía forte, como foi o caso da quarta-feira. O IMA-crash declinou mas ainda não zerou.

O IMA-crash do Ibovespa terminou a semana em 0,4 e com tendência de alta depois de ameaçar chegar a zero. Na segunda-feira o Ibovespa poderá subir ainda um pouco mais pela manhã, mas se as ações da Petrobras virarem, o índice se corrige rápido.

O Ibovespa começou a semana em 53.436 pontos, subiu na quarta-feira para 54.418 e depois despencou. Nesse horário o IMA-crash estava em 0,6 e com tendência a cair rápido para zero.

Mas na quinta-feira a Petrobras salvou a bolsa, levando o Ibovespa de 53.296 para 53.988. E na sexta-feira, mais uma vez a Petrobras carregou o Ibovespa para mais de 54 mil pontos, com o IMA-crash agora querendo subir também.

Para o BB dissemos na semana passada:

"...O investidor deve ter cautela com Banco do Brasil. O IMA-crash intradiário de 15 min da BBAS3 está muito alto e forte. E parece pronto para cair já na semana que vem...".

E foi isso o que aconteceu com a ação (linha preta):

Dos R$ 25,73 que valia a ação do BB, ela despencou para R$ 23,38, ou seja, o IMA quando passou de 0,8 indicava queda forte à frente. A queda foi de 10% para essas ações. E então apareceu forte o IMA-entrada (linha azul acima) chegando ao máximo possível (1,0). Indicou compra e ação comecou a subir nesse momento.

As ações do BB saíram então de R$ 23,80 para R$ 24,28, alta de 3,85%.

Para quem está fora da Petrobras deverá ver uma enxurrada de propaganda positiva, mas deverá ter cautela. Se for para comprar e esperar uns 3 ou 4 meses, realmente a perspectiva é muito positiva como escrevi na análise da semana passada. Mas se for para comprar e fazer um day-trade semanal com as ações à vista, deve-se ter cautela.

O IMA-crash da PETR4 terminou a semana em 0,527 e subindo. Segunda-feira à tarde ou terça-feira pela amanhã as ações podem iniciar uma realização até a divulgação do balanço.

Outra ação que despencou quando o IMA-crash passou de 0,8 foi a ITUB4. De R$ 37,85 a ação chegou a R$ 36,28, ou 4,1% de queda. Mas se recuperou depois. Mas como o IMA-crash não zerou, o valor dessa ação pode continuar a cair na próxima semana (veja abaixo).

As ações da HYPE3 subiram forte e estacionaram. O IMA-crash está alertando de uma queda há muitos dias. A ação continua resistindo. Ou a queda quando acontecer será catastrófica, ou o IMA-crash dessa ação está nos dando um falso alerta, ou falso positivo. É bom ter cautela com essa ação (ver abaixo).

Dentro do CANAL de assinantes, existem outras ações com alertas de entradas e saídas interessantes.

Acompanhe nossos indicativos na parte de assinantes do CANAL IMA-ONLINE. e saiba antes do mercado tradicional o que vai acontecer com suas ações. Venha fazer parte de nosso grupo de assinantes e desfrute de conhecer antes, o comportamento do mercado, através das frequências do IMA.

Gostou da análise semanal?

COLABORE COM DONATIVO PARA O SITE

(R$ 2,00 ; R$ 5,00 ; R$ 10,00 )

 

FATOS RELEVANTES POSITIVOS

Shell compra petrolífera BG Group

Governo poderá abrir capital da Caixa Seguridade

Dolar tem queda forte na semana

Ações da Petrobras disparam na sema

Bolsas na Asia estão em alta.

 

FATOS RELEVANTES NEGATIVOS

OGX devolve campo Tubarão Azul

Incêndio em Santos prejudica Ulrapar(UGPA3).

Retirada líquida da poupança foi recorde em março. (R$ 11,4 bilhões)

FMI prevê baixo crescimento mundial

OGX relata que não tem como pagar empréstimos de US$ 73 milhões.

IPCA atinge alta de 8.13% em 12 meses

 

PRÓXIMA SEMANA

Divulgação da Balança Comercial

Vendas no varejo nos EUA em março

Produção Industrial nos EUA em março

Livro Bege do FED (EUA)

Pesquisa de empregos e salários em fevereiro no Brasil

Resultado da reunião de cúpula das américas

 

dias observação 1387

Eventos(sinais de alerta de crash)

89
Acertos 80 (89,8%)
Falsos Alarmes 09 (10,2%)
Queda média -2,70%
Queda máxima -6,91%
Queda mínima -0,08%
Valorização média nos falsos alertas +1,46%
Valorização máxima nos falsos alarmes +2,3%
Valorização mínima nos falsos alarmes +0,2%
Tempo médio até o mínimo valor após o sinal de alerta 2,67 dias
Tempo máximo até o mínimo valor após o sinal de alerta 10 dias
Tempo mínimo até o mínimo valor após o sinal de alerta 30 minutos