Mudanças Abruptas

Análise Semanal Ibovespa

11/04/2011 a 15/04/2011

 

A crise do Japão está sendo pouco comentada. Talvez para não amedrontar o mercado mundial. A região de Fukujima está toda comprometida e nada, absolutamente nada vai sobrevivier num raio de 30 km. A Hitachi vai abandonar sua fábrica por lá. Os familiares da embaixada dos EUA estão sendo retirados nessa semana do Japão. Quem vê como ficou Chernobil, não pode ficar imune ao que deverá acontecer com Fukujima.

Obama foi obrigado a ceder e prometeu um corte absolutamente astronômico na casa de 4 trilhões de dólares. A oposição acusa de promessa de campanha para o ano que vem, mas acabou aprovando o orçamento. A China continua produzindo muito, continua com inflação subindo muito e já demonstra cansaço no primeiro défict comercial.

A Irlanda teve nota de crédito rebaixada pela Moodys e agora pertence à classe do Brasil. Quem investir lá, tem a mesma insegurança se investir aqui no Brasil. Portugal deverá receber já agora em Maio o auxílio emergência. E as bolsas despencaram nessa semana. O mundo todo caiu, mas nos EUA o Dow Jones se manteve firme, caindo muito pouco em alguns dias e se recuperando em outros. Relatórios de firmas começam a aparecer e ora teremos quedas ora teremos altas nessas semanas, o que se traduz como grande volatilidade. O Bank of America, que foi obrigado a comprar as hipotecas deixadas pelo Lehman pela primeira vez desde 2008 teve lucro trimestral, mas abaixo do esperado.

No Brasil ainda domina o assunto da inflação e do dólar. É uma eterna quebra de braço entre economistas que já foram governo, com economistas que são governo, apimentados por economistas que querem ser governo. A bovespa caiu forte nessa semana, com todas as empresas perdendo o patamar da semana passada.

O IMA-crash diário estacionou nos 0,69 e continua mostrando cautela para quem pensa em longo prazo. Semana que vem é Páscoa e com o feriadão os mercados mudias vão ficar meio morosos. Vamos ter apenas três dias de negócios.

 

IMA crash = 0,69

IMA entrada = 0,00

 

 

A linha vermelha é a análise da transformada wavelet do Ibovespa para o nível de estresse e possível crash (quedas abruptas mas a nível de 15 minutos) e o gráfico em azul é a transformada wavelet para o nível de entrada no mercado

Na análise de 08/04/2011 foi dito:"E agora que está aparecendo forte é o IMA-entrada (intraday). Segunda-feira o Ibovespa deve cair ainda mais para se tornar um ponto bem atrativo de entrada rápida. O IMA-entrada deve subir um pouco mais, acima de 0,7 e então é hora de comprar..." E chegou a hora de compras rápidas como alertamos. Após a queda, quarta-feira foi um ótimo dia de compra com o IMA-entrada (gráfico azul acima) ultrapassando 0,9. Desde esse valor do IMA, o que se percebe é que a bolsa continua em baixa, mas não cai mais como no início. Por isso agora o IMA-entrada perde seu valor e se torna interessante compras de uma semana ou duas.

E a VALE5? Voltou a ficar interessante atingindo o máximo valor do IMA-entrada, ou seja, 1,0 nessa sexta-feira. Isso pode indicar um início de alta já na segunda-feira, assim como aconteceu três semanas atrás. É observar para comprovar. O gráfico abaixo mostra o comportamento do IMA-entrada para a Vale5 nessa semana.

FATOS RELEVANTES POSITIVOS

PETROBRAS comprova excelente produtividade no poço de Guara.

APPLE vai produzir IPad2 no Brasil.

Segundo FED mercado de trabalho nos EUA continua melhorando.

OBAMA discursou prometendo corte nos gastos dos EUA em 4 trilhões nos próximos 12 anos.

Produção industrial da China foi de US$ 2 trilhões

FATOS RELEVANTES NEGATIVOS

BC prevê inflação em 6,26% esse ano.

Moodys corta nota de crédito para a Irlanda. Está no mesmo nível do Brasil.

Inflação anualizada na China é de 9,7%.

Hitachi vai ter que abandonar fábrica no Japão devido à radiação.

Bank Of America teve lucro, mas menor do que o esperado.

 

 

 

 

PRÓXIMA SEMANA

Ainda a discussão sobre inflação no Brasil. Juros devem subir.

 

dias observação 477

Eventos(sinais de alerta de crash)

38
Acertos 30 (79%)
Falsos Alarmes 08 (21%)
Queda média -2.20%
Queda máxima -6,6%
Queda mínima -0,08%
Valorização média nos falsos alertas +1,46%
Valorização máxima nos falsos alarmes +2,3%
Valorização mínima nos falsos alarmes +0,2%
Tempo médio até o mínimo valor após o sinal de alerta 2,94 dias
Tempo máximo até o mínimo valor após o sinal de alerta 7,4 dias
Tempo mínimo até o mínimo valor após o sinal de alerta 30 minutos