Mudanças Abruptas

Análise Semanal Ibovespa

13/04/2015 a 17/04/2015

 

Feriadão chegou. Mas a expectativa é para o balanço da Petrobras que será divulgado no dia 22 de Abril. Somente nessa data saberemos quais as baixas contábeis por conta da corrupção. Esse é um balanço mantido a sete chaves pela sua importância. Ele pode ser o divisor de água para as ações dispararem no dia 23 ou desabarem.

Tudo vai depender da interpretação que os acionistas farão dos resultados. No entanto, após essas altas consecutivas da ação, o assunto parece que será tratado de modo mais racional, mais financeiro e menos político. Tendo o aval da CVM, da SEC (EUA) e agora sendo auditado, o balanço poderá fornecer um quadro mais claro sobre a empresa.

O que ainda não está claro é o quadro da Usiminas. As brigas em seu conselho ainda continuam, com ações e liminares sobre a oferta ou não de novas ações no mercado. Num dos dias da semana a USIM5 apresentou excelente alta, mas agora vive em compasso de espera sobre as novas decisões da justiça.

As empresas ligadas ao setor imobiliário estão cada trimestre apresentando quadros mais difícieis de vendas e lançamentos. Infelizmente, parece que esse quadro não vai melhorar tão cedo nesse ano.

A China voltou a crescer 7% no trimestre, dentro das expectativas. Mas todo mundo já está sentindo que o motor está desaquecendo. A sorte é que o outro motor, os EUA, parece que finalmente está voltando a dominar o lado positivo dos mercados. Até mesmo o livro BEGE do Banco Central dos EUA (FED) mostrou um certo otimismo.

Na Europa o destaque não foi financeiro. O destaque foi o protesto de uma invasora na reunião do Banco Central Europeu. A moça subiu na mesa do presidente português e despejou um pacote inteiro de confetes (chocolates coloridos).

O preço do petróleo terminou a semana quase em 56 dolares, mas as bolsas mundiais terminaram com vendas fortes. A Alemanha e Grécia ainda continuam num embate, com a Alemanha ainda afirmando que é um risco confiar no governo grego. Com um crescimento pequeno em alguns parâmetros da China e a dívida grega, os temores aumentaram no final dessa semana.

Para deixar o mercado ainda mais inquieto, um problema eletrônico e computacional fez o maior site de informações do mundo, a Bloomberg, parar durante o período da manhã de sexta-feira.

O resultado final foi queda forte de quase 2% em todos os mercados mundiais. O índice Dow Jones que estava acima de 18 mil pontos, ficou abaixo no final do pregão.

Os estrangeiros continuam chegando em peso na Bovespa. O volume de investimentos estrangeiros só aumenta semana após semana. Acompanhe nossa medida em nosso monitor de estrangeiros.

O IMA-entrada diário despencou bem nessa semana. Depois de ficar por vários dias em 0,73, com a alta semanal na Bovespa empurrada pela Petrobras, o IMA-entrada bateu em 0,7. Ele ainda mostra um bom valor para o comprador de longo prazo na Bovespa.

IMA crash = 0,0

IMA entrada = 0,70

 

 

A linha vermelha é a análise da transformada wavelet do Ibovespa para o nível de estresse e possível crash (quedas abruptas mas a nível de 15 minutos) e o gráfico em azul é a transformada wavelet para o nível de entrada no mercado

ANÁLISE SEMANAL - Bovespa Intradiário ( dados a cada 15 minutos)

Na última análise de 10/04/2015 foi dito:"...Na segunda-feira o Ibovespa poderá subir ainda um pouco mais pela manhã, mas se as ações da Petrobras virarem, o índice se corrige rápido...".

O Ibovespa começou com boa alta na segunda-feira passada, por volta de 0,99% as 11:15, mas depois do meio dia o ambiente "azedou" na bolsa. Chegou a bater no fundo com queda de -0,48%. Ao meio dia de segunda o IMA-crash do Ibovespa intradiário estava acima de 0,8.

Como o IMA-crash ainda estava bem alto na terça-feira, o Ibovespa abriu com boa alta, mas se corrigiu, caindo algo em torno de 0,6% na terça, por volta de 53.966 pontos. Na quarta-feira o mercado brasileiro amanheceu em alta, novamente por conta das ações da Petrobras. Notícias davam conta de que a Petrobras vai se desfazer de sua parcela na Braskem e de que o balanço sairá no dia 22 de Abril. Animados os investidores foram as compras da PETR3 e PETR4.

Com tudo isso o IMA-crash do Ibovespa voltou a subir rápido, anunciando outro alerta de crash rápido no intradiário. Realmente o Ibovespa abriu sexta-feira em 54.671 e terminou com cerca de 600 pontos de queda.

Para a semana que vem, segunda-feira poderemos ter queda forte na Bovespa. Isso porque o IMA-crash ainda está por volta de 0,3 e não zerou. Nos feriados os volumes são mais baixos. E por fim, quem já lucrou no curto período com a Petrobras, poderá vender suas ações para embolsar os lucros antes da divulgação do balanço.

A longo prazo, no entanto, as perspectivas para a Petrobras são muito boas, com as correções financeiras começando a aparecer.

E as ações da HYPE3? Olhando desde o dia 26 de Março, apesar de alertar por mais do que a máxima observada de 10 dias, o IMA-crash dela estava correto. Não foi um falso alarme. O máximo alerta de IMA-crash (igual a 1,0) ocorreu as 11:36 do dia 2 de Abril de 2015. Desse dia em diante as ações chegaram ao seu ápice de R$ 21,82 no dia 9 de Abril.

Desse dia (9 de Abril) em diante, as ações só caíram. São sete dias consecutivos de queda, terminando nessa sexta-feira a R$ 20,31. De seu valor máximo, a queda total até o momento foi de 6,92%. Veja o gráfico da HYPE3 a seguir de 26 de março até hoje, 17 de Abril.

Ações da HYPE3 e IMA-crash

O IMA-crash teve um acerto muito bom para as ações do Banco do Brasil no período dos últimos 5 dias. O gráfico a seguir mostra que quando o IMA-crash bateu 0,9, as ações BBAS3 viraram e desepencaram de R$25,60 para R$ 24,36. O IMA alertou antes para essa queda de 4,8%.

Ações da BBAS3 e IMA-crash

O acerto do IMA para a Braskem também foi muito satisfatório como pode ser observado no gráfico à seguir. No exato momento do valor máximo do IMA-crash, as ações viraram e começaram sua queda.

BRASKEM e IMA-crash

Cuidado com as ações da CSN. Se o IMA-crash estiver correto, elas ainda poderão cair mais. Por enquanto o IMA-crash mostra um excelente acerto, como pode ser visto à seguir. Se continuar assim, segunda-feira essa correção poderá continuar com mais força.

Ações da CSN e IMA-crash

O IMA-entrada mostra que talvez para a semana que vem, as ações da Gerdau sejam uma boa aposta (GGBR4). O IMA-entrada atingiu o que parece ser seu máximo valor, e já começa a retornar.

Ações da GGBR4 e IMA-Entrada

Dentro do CANAL de assinantes, existem outras ações com alertas de entradas e saídas interessantes.

Acompanhe nossos indicativos na parte de assinantes do CANAL IMA-ONLINE. e saiba antes do mercado tradicional o que vai acontecer com suas ações. Venha fazer parte de nosso grupo de assinantes e desfrute de conhecer antes, o comportamento do mercado, através das frequências do IMA.

Gostou da análise semanal?

COLABORE COM DONATIVO PARA O SITE

(R$ 2,00 ; R$ 5,00 ; R$ 10,00 )

 

FATOS RELEVANTES POSITIVOS

CEMIG estuda expandir operações de banda larga

Notícias circuladas apontam que PETROBRAS venderá sua parcela da BRASKEM. PETROBRAS nega.

Fitch confirma nota de risco para EUA.

PIB da China cresceu 7% no 1o. trimestre de 2015. Dentro das expectativas.

VALE pagará dividendos de R$ 0,60176

EMBRAER entregou 32 jatos no 1o. trimestre/2015.

Livro BEGE (EUA) aponta economia dos EUA crescendo.

BALANÇO da Petrobras sairá no dia 22/Abril.

 

FATOS RELEVANTES NEGATIVOS

Cyrela teve queda de 76% no volume de seus lançamentos no 1o. trimestre/2105

SABESP propõe aumento de 22,7% na tarifa de água para recompor perdas.

MRV registrou queda de 11% em suas vendas. Lançamentos recuaram 19,1%.

 

 

PRÓXIMA SEMANA

Feriado de Tiradentes. Bovespa não funciona terça, mas é normal na segunda-feira.

Divulgação da produção industrial nos EUA em Março.

Expectativa de inflação dos consumidores no Brasil em Abril.

Vendas de bens duráveis em Março nos EUA

Divulgação do balanço auditado da PETROBRAS.

dias observação 1392

Eventos(sinais de alerta de crash)

91
Acertos 82 (90,1%)
Falsos Alarmes 09 (9,90%)
Queda média -2,66%
Queda máxima -6,91%
Queda mínima -0,08%
Valorização média nos falsos alertas +1,46%
Valorização máxima nos falsos alarmes +2,3%
Valorização mínima nos falsos alarmes +0,2%
Tempo médio até o mínimo valor após o sinal de alerta 2,65 dias
Tempo máximo até o mínimo valor após o sinal de alerta 10 dias
Tempo mínimo até o mínimo valor após o sinal de alerta 30 minutos