Mudanças Abruptas

Análise Semanal Ibovespa

13/12/2010 a 17/12/2010

A semana começou com a bolsa continuando a cair, mas se recuperou na terça-feira com alta forte. O FED manteve a taxa de juros entre 0 e 0,25% e no Brasil o BC também manteve a taxa inalterada. No entanto, a partir de quarta-feira o humor mudou completamente, com os rumores de rebaixamento da nota de crédito da Espanha pela agência Moodys.

A surpresa se deu nessa sexta-feira quando não a Espanha, mas a Irlanda teve sua nota de crédito rebaixada em 5 níveis. Isso mostra o grau de risco que as agências estão dando ao país. E depois da Moodys deve ser a vez da Fitch e assim sucessivamente. Mas a Espanha está no alvo, antes do fim do ano deve ser a próxima escolhida.

As quedas dos últimos dias pode ser explicada pela retirada dos fundos estrangeiros. É hora de fazer caixa para fazer um balanço positivo aos clientes. Ao saírem do Brasil, se a situação continuar no patamar em que está no país, devem voltar em Janeiro, ou no fim do mês antes da virada do ano. Isso se tudo continuar como está. Mas se mudar, eles não voltam.

Onde investir? Para quem quer cautela não sobram muitas opções de longo prazo, a não ser poupança e títulos do tipo NTNB-2031, por exemplo. A poupança apesar de perder para outros aplicativos é rendimento de proteção. Já os títulos NTNB se tornam interessante se os estrangeiros continuarem no país e a taxa de juros aumentar. A cada 0,25% de aumento na NTNB projetado no futuro de 30 anos poderá chegar a 5% ao mês. Mas tem o risco de dar negativo se a situação virar. Por isso, o recomendável é cautela, e não colocar montantes grandes nessa fase que estamos. O resto dos fundos "blablabla" perde-se muito quando se retira o dinheiro, pois a taxa de administração come quase todo o lucro.

O IMA-crash caiu um pouco mais, estando agora em 0,76. Se segurou um pouco nessa semana, mas se chegar a ficar abaixo de 0,7 pode imbicar uma tendência de queda, o que se traduz como queda na bolsa. Novamente, isso pode acontecer em janeiro próximo.

IMA crash = 0,76

IMA entrada = 0,00

 

A linha vermelha é a análise da transformada wavelet do Ibovespa para o nível de estresse e possível crash (quedas abruptas mas a nível de 15 minutos) e o gráfico em azul é a transformada wavelet para o nível de entrada no mercado.

 

Na análise de 11/12/2010 foi dito:"...Se o IMA-entrada estiver certo, para quem comprou ativos nessa semana pode ter bons retornos na semana que vem. O IMA-entrada está começando sua trajetória de queda, próximo de 0,8, o que pode nos indicar subida da bolsa. ..." A bolsa subiu cerca de 700 pontos na terça-feira por conta de indicativos positivos nos EUA. A figura acima mostra que logo que o Ibovespa subiu, o IMA-entrada começou a cair chegando a 0,2. Mas com o possível rebaixamento da nota da Espanha pela Moodys, tudo mudou e a bolsa virou. Com isso o IMA-entrada subiu novamente, passando dos 0,9. O IMA-entrada acusou que outro bom momento de compra seria nessa sexta-feira de manhã. E realmente depois do meio dia, a bolsa reverteu e começou a subir. Para quem gosta de daytrade, comprar de manhã e vender a tarde foi um bom negócio nessa sexta-feira.

Para a semana que vem, o IMA-entrada está alto, mas virando para baixo. Talvez seja ainda uma boa hora de comprar na segunda para vender um ou dois dias depois. Mas teremos o feriado de natal e férias. Tudo vai ficar incerto, pois se a Espanha perder sua nota de crédito a bolsa pode cair novamente.

 

Excepcionalmente, mostraremos nesse relatório o comportamento da Vale5. Na terça-feira e quarta-feira, quando estava subindo, o IMA-crash para a VALE5 atingiu o máximo possível, 1,0. Isso indicava que a VALE5 poderia virar. E virou, perdendo seu patamar de R$50,91 para R$49,65. Se o IMA-crash estivesse sendo seguido, uma perda de 2,5% poderia ter sido evitada na semana com as ações da Vale. Para a semana que vem, o IMA-entrada da VALE está aumentando, sinal que poderá aparecer um bom momento de recompra ou na segunda-feira ou na terça-feira.

 

 

 

FATOS RELEVANTES POSITIVOS

Indice de otimismo aumenta nos EUA entre os consumidores

Deficit na balança comercial dos EUA diminui.

Superávit na balança comercial do Brasil em dezembro chega a US$1,4 bilhão.

Petrobrás diz que vai aumentar produção de petróleo em 4% no ano que vem.

Estoques de petróleo diminuiram nos EUA.

PF cumpre mandado de busca e apreensão na casa dos ex-diretores do banco PanAmericano.

 

.

FATOS RELEVANTES NEGATIVOS

BC da China aumenta novamente o depósito compulsório dos bancos

Aumenta a inflação nos EUA em novembro.

FED mantém a taxa de juros nos EUA.

Moodys corta nota de crédito da Irlanda.

Moodys ameaça cortar nota de crédito da Espanha.

Caem os pedidos de seguro desemprego nos EUA.

 

 

 

 

PRÓXIMA SEMANA

 

dias observação 396

Eventos(sinais de alerta de crash)

36
Acertos 29 (80,5%)
Falsos Alarmes 07 (19,5%)
Queda média -2.24%
Queda máxima -6,6%
Queda mínima -0,08%
Valorização média nos falsos alertas +1,46%
Valorização máxima nos falsos alarmes +2,3%
Valorização mínima nos falsos alarmes +0,2%
Tempo médio até o mínimo valor após o sinal de alerta 2,91 dias
Tempo máximo até o mínimo valor após o sinal de alerta 7,4 dias
Tempo mínimo até o mínimo valor após o sinal de alerta 30 minutos