Mudanças Abruptas

Análise Semanal Ibovespa

15/10/2012 a 19/10/2012

 

Ben Bernanke vai embora? Comenta-se que em 2014, independente de quem vença a eleição desse ano nos EUA, o presidente do FED não fica mais (leia aqui). E como Obama se saiu melhor no segundo debate o mundo parecia calmo. Parecia até o google dar um susto, com um erro ao soltar antes do fechamento que os lucros tinham sido menores do que os anunciados antes. A queda quase no final do pregão de quinta-feira (18 de Out. 2012) foi de 10% conforme pode ser visto no gráfico a seguir.

Foi um grande susto e depois, hoje foi a vez da Microsoft divulgar também lucros menores e os preços também não resistiram.

Seria o fim do mundo anunciado pela volta da "Black Monday"? Circulou na internet uma entrevista que gerou polêmica (veja aqui). Os textos falam de um "estudo" baseado num artigo de 10 anos atrás. Vamos por partes.

Primeiro: O estudo de 10 anos atrás de título " A theory of large fluctuations in stock market activity" é muito sério e realizado por H. Eugene Stanley, editor e revisor da revista Physica A da Elsevier, revista a qual tenho diversos artigos que foram aprovados e publicados por ele.

Segundo: O estudo trabalha com a lei de probabilidades de potências e a compara com outros diversos tipos de probabilidades que medem os retornos diários com diversas probabilidades e verifica quais se encaixam mais na teoria.

Terceiro: O artigo de Stanely é uma crítica matematicamente provada contra o "tal" equílibrio de mercado.

Quarto: Stanley jamais se preocupou com a tal Segunda-feira Negra de 1987, mas sim com as distribuições de proabilidades sobre quedas grandes e acertos e erros entre elas. Ele nunca nem menciona no texto, algo como que esse ano teremos uma "Black Monday" ou ainda que será nessa próxima segunda-feira.

Todos esses textos foram de um teste que um outro pesquisador fez, deu uma entrevista e saiu em todos os sites dizendo que o estudo dizia que em breve teremos uma grande queda de mais de 20% em um único dia. Por que os editores desses sites não procuram a informação correta? Ou por que não consultaram o próprio H.Eugene Stanley? É que a verdade não daria Ibope.

Dito isso, a parte séria do assunto é que sim, temos uma grande chance de um grande crash, devido ao FED, ou ainda as operações com os maus softwares de robos-trades. Esses, como tenho afirmado, serão os dois responsáveis pela próxima grande queda.

Quando? O IMA-entrada diário ainda está em 0,58, o que permite estatisticamente afirmar que provavelmente nada de crash grande acontecerá até o fim do ano. Teremos sim essas quedas de 5% semanais, e altas de 3% a 4% diárias, mas ainda não está na hora do grande crash. É só acompanhar o IMA-crash diário que o mesmo nos mostrará quando estaremos próximos de uma grande queda.

Aliás, a reportagem tem um "astral" de previsão dizendo que "não se pode afirmar quando, mas que virá, ah isso sim". Podemos inferir que em breve um grande artista vai falecer, que um grande avião vai cair, que um terremoto vai acontecer. Quando? Isso não importa, mas que vai acontecer, vai. Esse tipo de previsão tem nome: charlatanismo!

A parte séria é que os estangeiros estão estacionados, ora comprando um pouco, ora vendendo um pouco esperando algo importante acontecer, seja na Europa, seja nas eleições dos EUA. Acompanhe nosso monitor gráfico de estrangeiros na "aba" estrangeiros.

O IMA-entrada estacionou a semana toda em 0,58. Enquanto a Bovespa ficar de lado, o IMA ficará nessa pausa de resultados. Essas baixas das últimas semanas fizeram as oscilações pararem no IMA-entrada diário. Se o Banco Central Europeu não se decidir, o mercado mundial ficará em compasso de espera.

IMA crash = 0,0

IMA entrada = 0,58

 

 

A linha vermelha é a análise da transformada wavelet do Ibovespa para o nível de estresse e possível crash (quedas abruptas mas a nível de 15 minutos) e o gráfico em azul é a transformada wavelet para o nível de entrada no mercado

ANÁLISE SEMANAL

Na última análise de 11/10/2012 foi dito:" ..Se os mercados mundiais subirem, na segunda-feira o Ibovespa vai querer tirar o atraso e deve subir forte. Se isso acontecer, o mapa de risco vai mostrar a trajetória dos pontos andando para a direita. Na quarta-feira da semana que vem, poderemos ter queda, mas isso claro, somente se IMA-crash ganhar força. Assinante do IMA-online, fique de olho no mapa de risco. Quanto mais a direita do mapa os dados, maior a chance de virada forte.".

 

E foi isso que aconteceu. Na segunda-feira a Bovespa começou caindo um pouco no final da tarde subiu e na terça feira (16. out.) acelerou ainda mais. Quando o Ibovespa bateu em 60.176, o IMA-crash já tinha decretado o fim da alta. O IMA-crash marcou 0,8493 e então toda a alegria acabou.

O Ibovespa virou, se recuperou, mas então de quarta-feira até hoje (sexta-feira 19. out.) caiu forte, ora oscilando um pouco para cima, mas sempre mostrando que o índice ia cair mais. A queda foi até hoje de 2,18%.

Para quem acompanha o canal IMA-ONLINE, pôde observar que no mapa de risco os pontos de perigo rapidamente se encaminharam para as cruvas de níveis mais vermelhas, indicando alto risco de virada para baixo. E então, quando os pontos começaram a retroceder no mapa, o Ibovespa começou a cair. Ainda no canal, quando a tabela de alerta de crash apareceu, a probabilidade de queda superior a 2% marcou uma probabilidade de 80%.

Em outras palavras, da pontuação do Ibovespa em 60.176, as chances de queda de 2% eram, naquele momento do dia, de 80% até o IMA-crash chegar a zero. E a queda ocorreu, mostrando que 80% realmente não é algo a ser desconsiderado.

O IMA-entrada começou a aparecer com essa queda, estando ao redor de 0,1 e deverá reforçar na segunda-feira pela manhã. Para quem desejar entrar no mercado, segunda-feira a tarde poderá ser um ótimo momento, principalmente se IMA-entrada estiver forte e acima de 0,5. Ao comprar, o investidor deverá ter paciência, pois a queda ainda deve durar mais um ou dois dias, para o Ibovespa voltar a subir. A entropia ainda está alta, em torno de 92%, o que mostra que ainda não "operaram" no mercado e que a compra para médio prazo pode esperar um pouco mais.

Para quem acompanha o canal IMA-ONLINE, sem problemas, ele dirá com os gráficos se chegou ou não o momento de compra ou de venda.

E vamos deixar aqui um "presente" para quem acompanha Gerdau. Há 5 dias atrás o IMA-crash para a Gerdau mostrou estresse máximo. Quando atingiu o valor máximo de 1,0 o IMA decretou que uma grande queda chegaria para a Gerdau. E então... veio a queda de 8,16%, caindo de R$19,60 para R$18,02. Veja a figura a seguir.

 

 

 

 

FATOS RELEVANTES POSITIVOS

VALE estima produção do mesmo nível do ano passado.

AMAZON pode estar negociando compra da livraria SARAIVA

PETROBRAS encontrou petroleo no poço "Carioca Norte".

PIB da China cresceu 7,4% no terceiro trimestre desse ano

 

FATOS RELEVANTES NEGATIVOS

CYRELA reduz meta de vendas

Crise volta a complicar Espanha, Portugal e Grécia.

 

 

PRÓXIMA SEMANA

Índice de confiança do consumidor nos EUA

Índice de vendas de casas nos EUA

PIB americano

Reunião do Banco Central Europeu sobre a crise na Espanha

dias observação 858

Eventos(sinais de alerta de crash)

56
Acertos 48 (85,7%)
Falsos Alarmes 08 (14,3%)
Queda média -2,63%
Queda máxima -6,73%
Queda mínima -0,08%
Valorização média nos falsos alertas +1,46%
Valorização máxima nos falsos alarmes +2,3%
Valorização mínima nos falsos alarmes +0,2%
Tempo médio até o mínimo valor após o sinal de alerta 2,74 dias
Tempo máximo até o mínimo valor após o sinal de alerta 7,27 dias
Tempo mínimo até o mínimo valor após o sinal de alerta 30 minutos