Mudanças Abruptas

Análise Semanal Ibovespa

13/02/2015 a 20/02/2015

 

Uma pressão a menos na semana que vem: A Grécia conseguiu um acordo com a Uinão Européia. Na verdade a batalha foi contra a Alemanha, que estava relutante em aprovar um novo acordo sem o cumprimento de diversos pontos sobre a dívida.

O fôlego da Grécia é de quatro meses sem pagar uma parcela da dívida que já venceria nesse mês de fevereiro. O novo primeiro ministro e sua equipe econômica apenas ganharam um canudo para respirar no meio do mar de lama grego. Não vai adiantar, em 4 meses estaremos novamente assistindo a essa novela, tudo novamente.

O que os gregos perceberam é que são "grandes" demais para cair e todo mundo está segurando a caneca para não virar. Até mesmo o FED foi consultado pela UE sobre conselhos de como atuar com a Grécia. E o aviso foi claro: "Se ela cai, todo mundo vai junto no efeito cascata". Depois disso a Alemanha concordou em postergar a dívida grega.

O clima continua tenso na Europa, com uma pequena invasão de um caça russo no espaço aéreo britânico. Putin está testando a paciência inglesa. Apesar do cessar-fogo na Ucrânia, combates isolados ainda acontecem nessa tênue sombra de paz.

E com esse nervosismo de guerra, ou possível guerra entre Ucrânia e Russia, o petróleo atingiu o patamar de mais de US$ 52,00/barril. O petroleo tipo Brent passou de US$ 60,00/barril pela primeira vez no ano. E não é que ainda tem analista nos EUA projetando barril a 10 dolares!

O "senhor X" realmente está cada dia pior. Além de ficar sem seus pertences particulares, de seus filhos e de sua esposa, agora a justiça do Rio aceitou outra queixa-crime contra Eike Batista. O legado dele também não fica pedra sobre pedra. A Eneva, sua ex-empresa, perdeu 90% do valor em 12 meses.

No Paraná, agora o Detran entrou em greve e ninguém consegue tirar documentos ou pagar impostos. Está complicando a situação de Beto Richa (PSDB). Reitores das universidades estaduais disseram aos alunos que não tem dinheiro nem para pagar material de limpeza do início das aulas. Os fornecedores do Paraná estão começando a terem perdas cada vez maiores.

A Bovespa ficou de lado, com o marasmo do pós-carnaval, subindo bem na quarta-feira, mas quase voltando tudo nessa sexta-feira.

O volume de estrangeiros subiu um pouco nesses dois dias, mas prometem aumentar na semana que vem. Com o alívio sobre a novela da Grécia, os estrangeiros podem se animar a investir em mercados mais arriscados, como no Brasil. Acompanhe nossa medida em nosso monitor de estrangeiros.

O IMA-entrada diário se mateve nesses dois dias, parado, em 0,82. Nenhuma novidade em termos de comentário para o investidor de longo prazo. Ou seja, o momento é bom para compras de longo prazo, ao contrário do que a maioria dos analistas de bancos afirmam em entrevistas.

IMA crash = 0,0

IMA entrada = 0,82

 

 

A linha vermelha é a análise da transformada wavelet do Ibovespa para o nível de estresse e possível crash (quedas abruptas mas a nível de 15 minutos) e o gráfico em azul é a transformada wavelet para o nível de entrada no mercado

ANÁLISE SEMANAL - Bovespa Intradiário ( dados a cada 15 minutos)

Na última análise de 13/02/2015 foi dito:"...Para a semana que vem, o Mapa de Risco mostra "preocupação" para o Ibovespa. Está em direção de seu cume máximo....".

O mapa de risco se reforçou depois de quarta-feira à tarde, elevando ainda mais as chances de queda do Ibovespa. Depois de atingir na quarta-feira 51.748 pontos o Ibovespa começou lentamente a virar depois das 14:40. O IMA-crash ainda alto denunciava em nossa tabela de probabilidade que ainda o Ibovespa estava sob estresse e que continuaria sua queda.

Depois de atingir seu mínimo de 50.872 pontos, o Ibovespa voltou a subir até 51.553 pontos. Mas o IMA-crash continuava alto, demonstrando que o Ibopvespa ainda voltaria a cair. E realmente o Ibovespa testou o suporte de 50.800 pontos nessa sexta-feira.

Para a semana que vem, podemos observar que o IMA-crash ainda está alto e não zerou, Com o acordo da Grécia, os investidores podem se animar e até entrar comprando logo pela manhã. Mas o risco é muito alto, pois o IMA-crash ainda está por volta de 0,5. Infelizmente o momento de queda ainda vai voltar a acontecer.

Ainda relatei na análise anterior sobre duas ações. Vamos ver o que aconteceu com elas:

Nas ações, duas são bem arriscadas, com quedas provavelmente muito fortes na semana que vem de carnaval. A ação do Banco do Brasil (BBAS3) e HYPE3 estão arriscadíssimas e estressadas.

A BBAS3 despencou e derreteu 5,4%. Dos R$ 25,00 no início do pregão de quarta-feira, atingiram R$ 23,65, terminando a semana em R$ 24,00.

A HYPE3 chegou a cair nesses dois dias 2,6%, partindo de R$ 18,74 para R$ 18,23, se recuperando nessa sexta-feira para R$ 18,33.

Foi uma boa previsão.

Para os clientes, a tabela completa apresenta as mais perigosas e as mais atrativas para compras na semana que vem dentro do CANAL ONLINE. Por exemplo a BBAS3 ainda poderá continuar caindo na segunda-feira e terça-feira de manhã. A CCRO3 e CIEL3 podem ter correções também logo na segunda-feira.

E a figura a seguir mostra um belo acerto do IMA-crash para a ação FIBR3, com o crash ocorrendo exatamente no momento em que o IMA-crash atingia 0,8. Essa foi uma queda de 4%, alertada bem antes pelo IMA nessa semana que passou.

Acompanhe nossos indicativos na parte de assinantes do CANAL IMA-ONLINE. e saiba antes do mercado tradicional o que vai acontecer com suas ações. Venha fazer parte de nosso grupo de assinantes e desfrute de conhecer antes, o comportamento do mercado, através das frequências do IMA.

Gostou da análise semanal?

COLABORE COM DONATIVO PARA O SITE

(R$ 2,00 ; R$ 5,00 ; R$ 10,00 )

 

FATOS RELEVANTES POSITIVOS

Ações da Marcopolo sobem 11% na semana com dividendos, juros e recompra de ações.

Bolsa de Tóquio atingiu máxima recorde em 15 anos

Grécia fecha acordo e ganha 4 meses para extender pagamento da dívida.

 

 

FATOS RELEVANTES NEGATIVOS

Dolar sobe a R$ 2,872 na semana.

Govnerno admite correção de IR de no máximo 4,5%.

Real é a quarta moeda no mundo em desvalorização.

Moody's vai reavaliar rating da Petrobras até o fim de Fevereiro.

Eneva, ex-empresa de Eike Batistia sofre desvalorização de 90% em 12 meses.

Funcionários da GM de S.J. Campos - SP entram em greve.

 

 

 

PRÓXIMA SEMANA

Balança Comercial do Brasil

Venda de casas novas nos EUA

IGPM-Fevereiro

Taxa de desemprego de janeiro no Brasil

Sondagem do Comércio

PIB do 4o. trimestre nos EUA

dias observação 1353

Eventos(sinais de alerta de crash)

87
Acertos 78 (89,6%)
Falsos Alarmes 09 (10,4%)
Queda média -2,67%
Queda máxima -6,91%
Queda mínima -0,08%
Valorização média nos falsos alertas +1,46%
Valorização máxima nos falsos alarmes +2,3%
Valorização mínima nos falsos alarmes +0,2%
Tempo médio até o mínimo valor após o sinal de alerta 2,63 dias
Tempo máximo até o mínimo valor após o sinal de alerta 10 dias
Tempo mínimo até o mínimo valor após o sinal de alerta 30 minutos