Mudanças Abruptas

Análise Semanal Ibovespa

18/03/2013 a 22/03/2013

 

"A culpa é de todo mundo, mas os lucros serão só os meus". Parece assim uma hipotética frase sobre a situação no minúsculo país Chipre. O governo local, depois de permitir a farra dos fundos de investimentos, resolveu dividir os pagamentos das contas com toda a população. O parlamento local foi rápido e não permitiu, fazendo a Europa ficar arrepiada. E se a Itália fizer o mesmo? E se a Espanha fizer o mesmo?

Sem problemas, esses países não vão fazer isso. O problema é que a decisão do governo local pode afetar não os grandes investidores internacionais, mas os pequenos investidores dos países arredores como Grécia e Turquia. A Russia já "pulou" fora não querendo ajudar o Chipre, apesar da maioria dos investidores internacionais em Chipre ser da Russia. Medelev quase afirmou assim:" problema de vocês, quem mandou confiar em nós!".

E confiança é uma coisa que os investidores nacionais estão perdendo no "Senhor X". Novamente, mais uma semana, mais um mês, as empresas X estão deixando de exisitr na preferência dos acionistas. Na verdade, nem o próprio dono confia nelas, anunciando essa semana que está em acordo para vender todas as suas ações da MPX Energia.

Energia aliás, foi a palavra que a Apple usou para anunciar que todo seu centro de desenvolvimento (100%) está trabalhando com energia renovável. Uma boa jogada de marketing para ganhar o governo Obama e provavelmente propor algo como menos imposto ou favorecimentos de contratos. Política financeira é igual em todo lugar do mundo.

O que não é igual em todo lugar do mundo é o descaso do governo do Rio de Janeiro, que novamente deixou morrer quase 30 pessoas em Petrópolis por conta de chuva. E ainda vem na televisão pedir ajuda do governo federal. A pergunta que fica é: cadê as melhorias na região de Teresópolis que até hoje não foram feitas? Cadê as distribuições das doações que o Brasil inteiro enviou para o Rio de Janeiro e se estragou nos depósitos do governo do Estado e das prefeituras? Para cada morte o governador deveria sofrer um processo por crime doloso (quando a ação ou a falta dela decreta um risco de morte assumido pelo responsável).

O IMA-entrada continua alto e estacionado, visto que a situação na Bovespa continua a mesma. Os estrangeiros estão atuando fortemente aqui na ponta vendida há mais de dois meses e a Bovespa pouco viu de azul nesse ano de 2013. Convido todos a testarem a nossa nova plataforma gráfica do IMA-diário podendo aumentar com zoom regiões escolhidas pelo usuário. Acompanhe o movimento da entrada dos estrangeiros em nosso monitor de estrangeiros. Também estamos com nova plataforma gráfica nesse monitor.

 

IMA crash = 0,0

IMA entrada = 0,86

 

 

A linha vermelha é a análise da transformada wavelet do Ibovespa para o nível de estresse e possível crash (quedas abruptas mas a nível de 15 minutos) e o gráfico em azul é a transformada wavelet para o nível de entrada no mercado

ANÁLISE SEMANAL

Na última análise de 15/03/2013 foi dito:".. .Observa-se agora que o IMA-entrada começa a cair, mostrando que o melhor ponto de compra pode ter passado. Se nenhuma novidade "terrível" acontecer no fim de semana, na segunda-feira deve ser dia de alta na Bovespa..."

Que mau olhado! Não é que veio notícia ruim do Chipre e a Bovespa nem teve tempo de lucrar com algumas altas. Novamente na contra-mão do mundo todo o Ibovespa caiu quase todos os dias da semana. O resultado que se viu é o que o IMA-entrada ficou estável entre 0,6 e 0,7 com indicativas de compra à espera de altas. O pior é que enquanto essa situação do Chipre não se resolver, a curto prazo fica difícil a bolsa subir. E também enquanto esse volume recorde de estrangeiros estiver operando aqui, não veremos altas expressivas.

Mas a Bovespa tem uma pequena chance de subir se o Nikkei começar a cair. Parece que os fundos internacionais estão operando de duas formas. Estão entrando "vendidos" nos países de baixa renda e "comprados" nos de alta renda. Se o Nikei está caindo e continuar na segunda-feira com fortes quedas, a lógica pode estar mudando.

A jogada pode mudar de "ponta vendida" para "comprada" em cada um dos blocos. Assim, os fundos entrariam "vendidos" no primeiro mundo e ficariam "comprados" no nosso "mundinho". São apenas hipoteses e comentários ao ar.

O que sabemos de fato é que com IMA-entrada em alta, quem esperou para comprar, essas últimas semanas tem sido propícias. Pode-se observar (figura a seguir) que na semana do dia 4 de Março o alerta de crash nos avisou sobre uma mudança abrupta forte. Como sempre, quando o IMA-crash passa de 0,8 as mudanças quando acontecem são fortes.

E não foi um aviso apenas para o Ibovespa. Ainda na fase de teste no novo canal ON-LINE para ações que estamos produzindo, acompanhamos diversas empresas nesses últimos três meses. Um alerta aconteceu para a CIELO (CIEL3) no dia 25 de Fevereiro desse ano com o IMA-crash acima de 0,9. Depois do alerta com esse IMA-crash muito alto, o preço da ação despencou, como visto no gráfico a seguir. No início da semana do dia 11 de Fevereiro o alerta do IMA-entrada apareceu indicando um bom momento para compras, como apresentado abaixo.

Acompanhe nossos indicativos na parte de assinantes do CANAL IMA-ONLINE.

Em breve teremos um IMA-ONLINE mais completo com ações além do Ibovespa tradicional. Ainda está em fase de ajustes, mas estamos quase lá.

 

 

 

 

 

 

 

FATOS RELEVANTES POSITIVOS

NATURA é escolhida a empresa mais valiosa do setor varejista do Brasil.

FED mantém juros zero nos EUA.

 

 

FATOS RELEVANTES NEGATIVOS

MMX relata prejuízo histórico de R$792 milhões

Mercado estima SELIC em 8,25% nesse ano de 2012.

Presidente da VALE comenta sobre possível retração do preço do minério de Ferro e derruba ações da empresa.

Chipre tentou confisco de contas bancárias no país

 

PRÓXIMA SEMANA

Decisão final do governo do Chipre sobre seus pagamentos de juros.

Reunião da União Européia sobre a crise no Chipre.

dias observação 957

Eventos(sinais de alerta de crash)

62
Acertos 54 (87%)
Falsos Alarmes 08 (13%)
Queda média -2,62%
Queda máxima -6,73%
Queda mínima -0,08%
Valorização média nos falsos alertas +1,46%
Valorização máxima nos falsos alarmes +2,3%
Valorização mínima nos falsos alarmes +0,2%
Tempo médio até o mínimo valor após o sinal de alerta 2,75 dias
Tempo máximo até o mínimo valor após o sinal de alerta 7,27 dias
Tempo mínimo até o mínimo valor após o sinal de alerta 30 minutos