Mudanças Abruptas

Análise Semanal Ibovespa

19/10/2015 a 23/10/2015

 

O COPOM (Comitê de Política Monetária) manteve a taxa de juros básica, SELIC, em 14,25%. O dilema da alteração ou não na taxa continua, pois a inflação continua com tendência de alta. No entanto, o desemprego também aumenta, indicando que só mexer em taxa de juros não resolve.

Essa ideia de "apertar" um botão na taxa de juros e tudo se resolve dá sinais de que os tempos mudaram. Com a dissiminação do medo e a diminuição do poder de compra, a memória inflacionária impulsiona o comércio a demitir e tentar fazer um caixa com preços mais altos.

Já passou da hora do pacote econômico entrar em ação, seja ele bom ou ruim. Algo além da taxa de juros já era para estar implementado. Mas nossos políticos tem o poder de não conseguir trabalhar em paralelo. Não conseguem dividir o tempo e o espaço entre seus famosos conchavos e a necessidade do país.

E com isso, o Brasil está quatro ou cinco meses à espera da vontade dos nobres políticos sobre aprovar ou não o pacote. Essa paradeira mostra que só a distribuição de cargos por parte da presidente não resolveu. Isso era óbvio.

Nos EUA o assunto será sempre eleição. Uma semana é a vez dos republicanos e outra dos democratas. Sempre se alfinetando, os democratas mostram uma tendência para o nome de Hillary Clinton. Hillary parece ser mesmo o nome de consenso entre democratas. Já para os republicanos, o bilionário Trump dispara na frente, com suas ideias retrógradas e nazistas de perseguição.

Na Europa, o presidente do Banco Central Europeu (BCE) deu sinais nessa semana, que outro estímulo poderá vir ainda esse ano para os mercados. As ações aumentaram bastante no meio da semana com a expectativa sobre qual o novo passo do banco.

A China está demonstrando com os dados de que está fazendo um pouso suave rumo à um crescimento mais sustentável. As taxas de crescimento do PIB chinês em nada lembram os 12% de outrora. No entanto, ainda assim seu crescimento de PIB é imbatível, ao redor de 6,9%.

Os estrangeiros voltaram a atuar na Bovespa. Os dados acumulados de investimento externo na Bovespa mostram um bom crescimento do volume nessas últimas semanas. Com a perspectiva de que a taxa de juros dos EUA permanceçam onde estão, muitos investidores voltaram a criar coragem para se arriscar por aqui, em nossas ações. Acompanhe nossa medida em nosso monitor de estrangeiros.

O IMA-entrada diário caiu mais nessa semana, atingindo o mesmo valor de 21 de julho, ao redor de 0,8. O crescimento desse indicador é oposto ao movimento da bolsa. Se a Bovespa está em tendência de alta o IMA-entrada cai, caso contrário o IMA-entrada sobe.

 

IMA crash = 0,00

IMA entrada = 0,80

 

 

A linha vermelha é a análise da transformada wavelet do Ibovespa para o nível de estresse e possível crash (quedas abruptas mas a nível de 15 minutos) e o gráfico em azul é a transformada wavelet para o nível de entrada no mercado

ANÁLISE SEMANAL - Bovespa Intradiário ( dados a cada 15 minutos)

Na última análise de 16/10/2015 foi dito: "....Como pode ser visto no gráfico acima, a curva do IMA-entrada começa a mudar forte de tendência, anunciando que o fundo do poço possívelmente já passou...Com sua queda anunciada, o IMA-entrada nos dá dica que provavelmente segunda-feira a tarde poderemos ter outra rodada de rally. O IMA-crash ... se aparecer forte, na quarta-feira que vem poderemos ter nova queda do Ibovespa..."

Na segunda-feira até tivemos uma boa volatilidade na Bovespa, mas a alta das ações foi pequena. Na terça-feira as ações caíram forte e se mantiveram no fundo do poço na quarta-feira. O tal rally só veio mesmo na quinta e sexta-feira, quando o Ibovesa já na abertura aumentou 300 pontos e o IMA-crash começou a aparecer.

Na quinta-feira o Ibovespa saiu de 47 mil pontos e terminou o dia em 47.805 pontos. Na sexta-feira o Ibovespa aumentou ainda mais forte, saindo de 47.800 para 48.829 pontos. Mas das 11 horas em diante o Ibovespa começou a cair, quando o IMA-crash atingiu 1,0.

Na quinta-feira o IMA-crash intradiário de 15 minutos já tinha terminado por volta de 0,4 e num movimento bem alto disparou na sexta-feira, alertando em nosso canal interno que uma grande queda estava por vir. Dos 48.829 o Ibovespa terminou sexta-feira em 47.596 pontos. A queda foi de 2,5% no mesmo dia.

Para semana que vem o IMA-crash nos fornece um indicativo de que segunda-feira poderá ainda ser um dia de queda, pelo menos na parte da manhã. Quando o IMA-crash atingir zero, se continuar caindo o IMA-entrada poderá aparecer, indicando bons momentos de compra para a mesma segunda-feira ou na terça-feira pela manhã.

O MAPA de RISCO do CANALONLINE mostra momento de risco para queda forte, o que aconteceu na sexta-feira, mas que poderá perdurar até segunda-feira, conforme figura abaixo.

 

Também na semana passada, fizemos a seguinte previsão para a BRASKEM:

"...Para a semana que vem, uma ação que aparece no alerta de nosso canal interno do IMA é a da BRASKEM. Com alta expressiva depois do feriado, a ação BRKM5 elevou seu risco ao máximo, com o IMA-crash atingindo o valor (1,0). Conforme gráfico à seguir, a probabilidade é bem alta de uma queda expressiva dessa ação..."

E como pode ser visto à seguir, a queda foi muito forte mesmo, de 5,3%. De quando o IMA-crash estava em 1,0 com o preço da ação em R$ 21,08 a BRKM5 despencou em dois dias para R$ 19,96.

Após a queda, quando o IMA-crash estava em 0,6 a ação voltou a subir. E quando o IMA-crash voltou a bater em 1,0, a ação teve outra queda nessa sexta-feira.

Comparação BRKM5 x IMA-crash

Acompanhe nossos indicativos na parte de assinantes do CANAL IMA-ONLINE. e saiba antes do mercado tradicional o que vai acontecer com suas ações. Venha fazer parte de nosso grupo de assinantes e desfrute de conhecer antes, o comportamento do mercado, através das frequências do IMA.

Gostou da análise semanal?

COLABORE COM DONATIVO PARA O SITE

(R$ 2,00 ; R$ 5,00 ; R$ 10,00 )

 

FATOS RELEVANTES POSITIVOS

VALE apresenta relatório demonstrando a maior produção trimestral da história.

PETROBRAS bate recorde na produção de óleo e gás na produção de petróleo no pré-sal.

GAFISA apresenta melhora nas vendas do trimestre

BC mantém taxa de juros em 14,25% ao ano.

 

 

FATOS RELEVANTES NEGATIVOS

XANGAI volta a dar susto com queda forte na semana.

Greve dos bancários continua sem acordo.

Lucro da NATURA cai 38% no trimestre.

 

 

PRÓXIMA SEMANA

Divulgação do IGP-M de Outubro

PIB do 3o. trimestre dos EUA

Venda de casas nos EUA em Setembro

Relatório do Comércio no Brasil

dias observação 1519

Eventos(sinais de alerta de crash)

100
Acertos 91(91%)
Falsos Alarmes 09 (9%)
Queda média -2,78%
Queda máxima -7,77%
Queda mínima -0,08%
Valorização média nos falsos alertas +1,46%
Valorização máxima nos falsos alarmes +2,3%
Valorização mínima nos falsos alarmes +0,2%
Tempo médio até o mínimo valor após o sinal de alerta 2,64 dias
Tempo máximo até o mínimo valor após o sinal de alerta 10 dias
Tempo mínimo até o mínimo valor após o sinal de alerta 30 minutos