Mudanças Abruptas

Análise Semanal Ibovespa

21/07/2014 a 25/07/2014

 

Cada semana se torna mais conturbada do que a outra. Nessa semana, depois do governo chamar o embaixador do Brasil de volta de Israel, o governo israelense se revoltou, chamando o Brasil de "anão político" e "insignificante".

Interessante nesse caso foi ouvir uma provocação, ou comparação, nada diplomática do representante de Israel.

Como o Brasil condenou a força desproporcional de Israel sobre Gaza, o "sub do sub do sub do sub" (segundo o minstro das relações do Brasil) disse que desproporcional era uma seleção de futebol perder de 7 x 1. Esse comentário oficial mostra que Israel precisa sempre provocar alguém, e fugir do debate das matanças de crianças e mulheres inocentes.

Isso não significa que os terroristas do Hamas estejam com algum tipo de razão, mas mostra que Israel está longe de ser "o povo representante de Deus", como assim se intitulam.

O que isso tem com o mercado? Por enquanto nada, pois os grandes países que dependem dos dinheiros dos bancos ficaram na posição apenas das palavras. Como os maiores e mais importantes bancos são instituições que possuem clientes e donos judeus, ninguém se atreve a criticar a carnificina que acontece no oriente médio. Os EUA sabem que precisam do apoio de Israel, pois caso os árabes cortem algum tipo de abastecimento de petróleo, Israel é a base segura dos EUA.

A Europa não vai condenar de forma veemente os ataques de Israel, pois não consegue nem mesmo criticar ou fazer algo contra a Rússia. Os europeus estão morrendo de medo da Russia cortar o abastecimento de gás no próximo inverno. Então a diplomacia fica só na guerra de palavras e só nos bloqueios de algumas contas de milionários russos. Isso vai durar até Putin derrubar, "por engano", outro avião.

Os EUA já sinalizaram que eles tem imagens da Russia disparando em relação à Ucrânia. Putin negou e reclamou dos EUA querem acabar com a "paz". Com isso os mercados de sexta-feira ficaram um pouco mais nervosos, com altas nos preços do petróleo e do ouro.

Ouro e petróleo são altamente sensíveis às brigas entre países. As altas ainda não são alarmantes e só vão disparar se essas crises aumentarem de intensidade. Por exemplo, o que aconteceu com a Síria? Ninguém mais fala, poucos comentam e ainda refugiados continuam em campos, presos para poder viver.

No Brasil, continua a "balela" dos analistas de convencer os clientes de que Ibope e Datafolha são mais importantes para a Bovespa do que o desempenho real das empresas. Como a presidente Dilma caiu em algumas pesquisas, a Petrobras (Petr4 e Petr3) teve considerável aumento no valor das ações.

A irresponsabilidade chegou ao nível do Santander recomendar aos clientes para apostarem nas empresas do governo, pois eles (Santander) disseram que Dilma não vence a eleição. É essa a função dos analistas sérios, ou seja, o método do "achismo" ajudando a identificar papéis interessantes de investimento?

Com a taxa Selic ainda alta (em 11%) e a quase garantia do Banco Central que esse cenário vai durar até o fim do ano, os estrangeiros continuam comprando e entrando na Bovespa. Acompanhe em nosso monitor de estrangeiros os dados e recordes dia após dia.

O IMA-entrada diário despencou consideravelmente nessa semana. Com a alta da Petrobras, o Ibovespa bateu por diversas vezes o patamar de 58 mil pontos. Com isso o IMA-entrada que estava em 0,69 no início da semana, terminou essa semana em 0,65. Quanto mais alto e rápido sobe o Ibovespa, mais se acentua a queda do IMA-entrada diário.

IMA crash = 0,0

IMA entrada = 0,65

 

 

A linha vermelha é a análise da transformada wavelet do Ibovespa para o nível de estresse e possível crash (quedas abruptas mas a nível de 15 minutos) e o gráfico em azul é a transformada wavelet para o nível de entrada no mercado

ANÁLISE SEMANAL - Bovespa Intradiário ( dados a cada 15 minutos)

Na última análise de 18/07/2014 foi dito:" ...temos 80% de chance de uma queda superior a 2% nos próximos dias. Existe uma probabilidade de 48% de que a queda (se vier) seja de maior do que 5%..."

O Ibovespa não caiu forte na comparação semanal, pelo contrário, teve alta. O índice oscilou fortemente durante toda a semana.O Ibovespa começou em 57.299 na segunda feira chegando ao fundo de 56.878. Foi uma pequena oscilação negativa e não os 2% que se esperava. A queda de 421 pontos apenas se reverteu em forte alta com o anúncio de uma pesquisa de intenção eleitoral. Dilma cai, Ibovespa sobe (segundo os analistas).

E na alta o Ibovespa passou de 58 mil pontos, quando o IMA-crash estava se reduzindo e estabilizando em alta. Ficando por quase um dia estacionado em 0,7, o IMA-crash começou a cair no meio da semana com outra pesquisa indicando que Dilma não caiu tanto na intenção de voto. Com isso o Ibovespa saiu de 58.104 para 57.249 (queda intradiária de 1,47%) .

No final de semana (sexta-feira), o Ibovespa terminou com cerca de 500 pontos acima do que o início. O IMA-crash ainda não zerou o que pode indicar ainda uma pequena chance de queda na segunda-feira. Estando o IMA-crash intradiário no patamar de 0,2 e caindo, o cenário pode indicar uma queda e retorno para valores abaixo de 57 mil pontos. Hora de comprar?

Talvez ainda não seja hora de compras generalizadas por conta das fortes altas, desproporcionais com a economia nacional. O PIB vem a cada semana sendo revisado para baixo, inclusive pelo governo e Banco Central. É o resultado da Copa do Mundo que vai se acelerar nos próximos trimestres. Seria esse o legado do futebol?

O desemprego diminuiu em algumas regiões, mas em outras começou a mostrar sinais de alta, como em São Paulo. As compras caíram drasticamente e, no desespero, lojistas estão promovendo liquidações de inverno dentro do próprio inverno.

Na ata do COPOM (Comite de Politica Monetária), palavras deram a entender que a Selic será 11% até o fim do ano. E mesmo assim a taxa de juros de longo prazo pós-fixada está caindo? Não faz sentido essa queda apenas porque o BC liberou o depósito compulsório na sexta-feira.

Com esses muitos riscos associados ao mercado, é interessante garimpar algumas ações que caíram mais do que o normal, para comprar de forma moderada.

Por exemplo, na análise da semana passada, deixei o indicativo de que GGBR4 estava com IMA-entrada alto. Era um excelente sinal de compra. Veja o que foi escrito e o gráfico:

"...Uma ação que está se mostrando interessante no IMA-entrada é a GGBR4 (Gerdau). Se essa ação parar e estacionar sua queda, pode dar um bom retorno na compra, como mostra nosso gráfico do IMA do CANAL-ONLINE..."

 

O que aconteceu nessa semana? O gráfico abaixo mostra que quem seguiu o IMA e entrou comprando a GGBR4 a R$13,40, viu a ação ultrapassar durante a semana o valor de R$ 13,80. O valor no final do pregão gravado pelo nosso sistema doi de R$ 13,68. O IMA indicou uma alta da GGBR4, que se comprovou sendo de 2,98% no patamar mais alto (veja a figura da sexta-feira para a ação):

Quem não comprou deveria comprar a GGBR4 nessa semana? O IMA-crash não está tão alto, o que indica um potencial ainda de uma alta para a GGBR4. Mas agora está mais arriscado e as maiores chances são para quedas, visto que IMA-crash está em 0,56. Se a ação subir, não deverá passar de terça-feira se o IMA-crash continuar aumentando.

Outra ação interessante de compra é a Usiminas (apesar do IMA-entrada estar caindo).

No geral, o Ibovespa pode iniciar a semana em queda, e se o IMA-entrada aparcer forte, uma possível compra poderia ser na quarta-feira ou quinta-feira para outras ações além das já comentadas.

Acompanhe nossos indicativos na parte de assinantes do CANAL IMA-ONLINE. e saiba antes do mercado tradicional o que vai acontecer com suas ações. Venha fazer parte de nosso grupo de assinantes e desfrute de conhecer antes, o comportamento do mercado, através das frequências do IMA.

 

FATOS RELEVANTES POSITIVOS

Produção de petróleo em junho sobe 1,7% em relação a maio.

Lucro da NET cresce 347% no segundo trimestre

BC libera depositos compulsórios de bancos

Ata do COPOM aponta Selic a 11% até o fim do ano

 

 

FATOS RELEVANTES NEGATIVOS

OI tem nota de crédito rebaixada pela Standard & Poors

Relatório Focus estima PIB em 0,97% no fim desse ano.

Ação da Amazon cai quase 10% com resultados negativos.

Tensões internacionais fazem petroleo e ouro subirem na semana.

Lucro líquido da NATURA no segundo trimestre cai 27% na comparação anual.

 

 

PRÓXIMA SEMANA

Produção industrial de julho no Brasil

Vagas de empregos nos EUA

Taxa de desemprego nos EUA

PIB americano

Desdobramentos da discussão Russia X EUA na crise de Ucrania.

dias observação 1208

Eventos(sinais de alerta de crash)

77
Acertos 67 (88,2%)
Falsos Alarmes 09 (11,8%)
Queda média -2,56%
Queda máxima -6,73%
Queda mínima -0,08%
Valorização média nos falsos alertas +1,46%
Valorização máxima nos falsos alarmes +2,3%
Valorização mínima nos falsos alarmes +0,2%
Tempo médio até o mínimo valor após o sinal de alerta 2,51 dias
Tempo máximo até o mínimo valor após o sinal de alerta 7,27 dias
Tempo mínimo até o mínimo valor após o sinal de alerta 30 minutos