Ibovespa diário- Resultados - 24/05/2010 a 28/05/2010

O Ibovespa teve uma alta expressiva nessa semana (quinta-feira) devido à informações de que a China continua confiando na Europa e vai manter os títulos em Euro. Isso é uma novidade importante para a Europa? Não, isso é apenas o que já existe. O que aconteceu é que alguém (quem será?) "vazou a informação", de propósito ou não, de que a China ia trocar ou vender títulos europeus em Euro. As bolsas desabaram. Depois desmentiram e as bolsas subiram. Os mesmos que "jogaram" a notícia a seus clientes, venderam e depois compraram mais baratos títulos e ações do mercado. Novamente, continuam na brincadeira das "altas freqüências" já tão discutida, comentada e analizada em nossas vídeo análises na página principal.

O que se tem de concreto é que nada mudou nessa semana, a não ser o finalmente e tão prometido rebaixamento da nota AAA da Espanha pela agência de ratings Fitch. Agora além da Grécia (que era a única culpada), tem-se Portugal e Espanha destoando do resto da Europa. Mas não por muito tempo, pois já se falam na Itália. Claro que o governo da Itália também desemente que a situação esteja ruim, como os outros três. E então o Ibovespa veio abaixo novamente nessa sexta-feira.

O IMA de entrada se reforçou indo agora para 0,13 nessa sexta-feira, saltando de 0,11 na sexta-feira passada. Indica que o movimento de baixa se reforçou e que a alta de 3% na quinta-feira pode ter sido apenas um respiro para novo mergulho. Ou não, tudo depende do corte dos gastos da Europa e de uma política mais dura contra o déficit também nos EUA. Pouco se comenta, mas o déficit de lá é impagável mas o país não tem sua nota de crédito rebaixada por nenhuma agência de rating. O que mostra a falha dos procedimentos dessas agências.

Recomendação é de ainda permancer fora do mercado e não cair na tentação das altas que ocorrem na tendência de baixa de longo período. Isso claro, para os investidores de longo prazo.

IMA crash = 0,70

IMA entrada = 0,13

Bovespa intraday- Resultados - 24/05/2010 a 28/05/2010

Na figura acima são apresentados três gráficos onde aparece em linha contínua preta o índice Ibovespa, com dados tomados automaticamente a cada 15 minutos. A linha vermelha é a análise da transformada wavelet do Ibovespa para o nível de estresse e possível crash (quedas abruptas mas a nível de 15 minutos) e o gráfico em azul é a transformada wavelet para o nível de entrada no mercado.

Terminamos a análise da semana passada (21/05/2010) com "...Nessa semana o Ibovespa deve atingir de 61 mil a 62 mil pontos para reverter abaixo de 60 mil pontos nos próximos dias. De 15 dias a 20 dias deverá atingir 53 mil pontos se os movimentos políticos europeus e americanos continuarem mais lentos do que os movimentos dos grandes fundos de investimentos. Segunda-feira, compra com cautela e atenção...". O Ibovespa chegou a 62 mil pontos e começou a reversão como mostrado no gráfico acima. Segunda-feira foi um excelente dia de compra e foi justamente quando o IMA-entrada atingiu 0,96 à tarde. Depois subiu um pouco na terça, na quarta um pouco de lado e na quinta um "raly" muito forte. O IMA-crash reapareceu depois de ficar desaparecido desde 4 de Abril (veja o relatório do dia 09/04/2010) quando recomendou forte venda aos 71.600 pontos.

Com o valor acima de 0,6, o IMA-crash já está mostrando que segunda o Ibovespa poderá subir bem, mas no fim do dia ou na terça de manhã deve virar muito rápido para baixo. E forte. Mas o valor 0,6 é traiçoeiro e o IMA-crash pode retornar na segunda de manhã mesmo, pois em seu histórico já ocorreu dos ativos reverterem com IMA-crash por volta de 0,6. Então, para quem já teve um bom lucro de quinta-feira para cá, é melhor embolsar, pois segunda o terreno já será "movediço" e "traiçoeiro". Uma boa entrada talvez na quinta-feira, quando o IMA-crash provavelmente já deve ter virado e chegado em zero e o IMA-entrada reaparecer.

 

Análise IMA