Ibovespa diário- Resultados - 26/04/2010 a 30/4/2010

O Ibovespa está oscilando com a volatilidade aumentando dia após dias diante de quadros mais perigosos. Não precisamos dizer que a novela Grécia pode virar um filme de terror para todos os lados. No ínicio eram necessários 8 bilhões de euros, passou a 30 bilhões e a cifra agora está em 120 bilhões em 3 anos de empréstimo. A Alemanha continua "dura" em sua batalha por não emprestar sem garantias de pagamento, tais como diminuição de gastos do governo grego e aumento de impostos.

Nessa semana um dos fatos marcantes foi o rebaixamento da nota da dívida pública da Grécia, saindo do chamado "grau de investimento" pela Standard & Pools. Agora, fundos que investirem na Grécia serão apenas os de alto risco, visto que sem esse "carimbo" os fundos maiores e mais conservadores se retiram do mercado grego, ou seja, não compram mais títulos. Não comprando mais títulos fica difícil o governo grego conseguir dinheiro para honrar compromissos daqui a duas semanas.

Junto com a Grécia a Espanha também teve a nota rebaixada e Portugal será a próxima. E então já se fala na Itália. Conclusão: O mercado vai cair.

O caso Goldman Sachs como dissemos há dois relatórios anteriores, ainda dura e também como dissemos está cada vez mais se aprofundando. Diferente de antes que os executivos não davam entrevistas, agora dão entrevistas até por e-mail. O CEO agora ficou mais do que conhecido, Sr Blankfein. Ele se enrolou todo em seu depoimento no Congresso Americano. A frase mais dita foi: "Eu não sei", "Eu não tenho certeza". Mais ações vão começar a ser movidas e agora pela Justiça americana. Esse caso se tornou um caso de polícia e não apenas de ética de mercado financeiro. Vai piorar muito mais pois as ações e caíram 17% em duas semanas.

Em termos de Brasil, temos eleições e o "disse não disse" vai afugentar o investidor tradicional brasileiro e externo da bolsa de valores. Com o aumento dos juros da SELIC, muitos vão procurar renda-fixa. Logo, ficar fora da bolsa é um grande negócio como vimos alertando desde Dezembro de 2009 para investidor conservador. IMA da semana: 0,82.

Bovespa intraday- Resultados - 26/04/2010 a 30/4/2010

Na figura acima são apresentados três gráficos onde aparece em linha contínua preta o índice Ibovespa, com dados tomados automaticamente a cada 15 minutos. A linha vermelha é a análise da transformada wavelet do Ibovespa para o nível de estresse e possível crash (quedas abruptas mas a nível de 15 minutos) e o gráfico em azul é a transformada wavelet para o nível de entrada no mercado.

Terminamos a análise da semana passada (23/04/2010) com "... Do ponto de vista dos fundamentos, pode vir notícia boa que for, qualquer assunto relacionado à Grécia e ao Goldman Sachs fará o mercado continuar caindo...". As quedas foram muito fortes e nem mesmo os dados de crescimento do PIB americano animaram o mercado. Também dissemos no relatório: "... Particularmente, como as notícias e fatos não apresentam bons prospectos, o IMA de entrada deverá voltar a crescer o que significa que a bolsa deve voltar a cair...". Foi uma boa visão pois realmente o IMA de entrada voltou e forte no final da tarde de quarta-feira (círculos em vermelho no gráfico anterior). Na quinta-feira (29/04) a bolsa subiu forte e se um investidor tivesse entrada com o IMA de entrada em 0,89 teria pegado o Ibovespa em 66.511. Como na quinta-feira à tarde apareceu um pequeno sinal de venda no IMA, com o mercado conturbado vale a pena cair fora mesmo com sinais fracos. Com o IMA de saída a 0,15 o Ibovespa marcou 67.976 o que levaria um retorno de 2,2% em um dia de negócios.

O IMA de entrada ainda está alto e pode voltar próximo de 1 como fez nessas últimas duas semanas. Se chegar a zero será por pouco tempo, o que indica que outro bom momento rápido de entrada deverá aparecer com outra queda do Ibovespa nessa semana. Com a saída dos investidores internacionais de nosso mercado, a bolsa oscilará muito, mas a tendência é mesmo voltar para próximo dos 60 mil pontos em breve. Para a próxima semana, segunda-feira a tarde pode ser um bom momento de entrada ou terça-feira de manhã. Se o Ibovespa subir forte, logo depois cairá forte pois todos estão de olho na Grécia e no Goldman. Melhor que comprar de um dia para o outro talvez seja day-trade, comprar e vender no mesmo dia nessas próximas semanas.

Análise IMA