Mudanças Abruptas

Análise Semanal Ibovespa

25/05/2015 a 29/05/2015

 

Com a divulgação dos PIB do Brasil e dos EUA, até que a queda brasileira não foi tão ruim assim. Todo mundo esperava algo bem pior, quase em 1%, e para variar erraram feio novamente.

Enquanto o PIB do Brasil caiu 0,2% no primeiro trimestre, o PIB dos EUA despencou 0,7%. Isso sim um grande erro e problema, pois todo mundo dava como certo um leve crescimento. Os analistas que sempre erram, já davam como certo que o FED aumentaria a taxa de juros ainda no meio do ano, pois a crise já tinha terminado. Não terminou.

E para nós, essa queda do PIB dos EUA até que vai ser boa, pois o FED vai adiar ainda mais a mudança da política de aumento de juros. Com esse adiamento quase certo, os investidores americanos vão continuar vindo investir na Bovespa. Também com essa queda no PIB dos EUA, os mercados vão ficar mais de lado nesses próximos dias.

Outro fato que mexeu com as bolsas foi a "nossa velha" conhecida Grécia. A Alemanha continua enfrentando toda a União Européia e o BC europeu, pressionando para não conceder mais empréstimos à Grécia. Em contrapartida o governo grego disse: "chega, não temos dinheiro em caixa". E com isso vai adiar pagamento de juros ao FMI.

Na China as corretoras agora aumentaram as exigências de depósitos para quem opera com mercado à termo. E com o aumento de margem, ninguém gostou e os índices da bolsa de Shangai caíram 6,5% no meio da semana.

A Petrobras avisou ao mercado que vai devolver um bloco do Pré-sal para a ANP, visto que terminado o processo de sondagem, os poços não se mostraram comercialmente viáveis. Será que antes do escândalo dos roubos a empresa devolveria? Será que o Cerveró, caso ainda estivesse no comando, ou mesmo o senho Duque, essa atitude seria tomada? Foi uma boa notícia, pois mostra mudança de comportamento na empresa.

Semana que vem é uma semana bem curta, devido ao feriadão de Corpus Christi. Mas poderá ser uma semana ainda agitada pelo corte de R$ 70 bilhões no orçamento. As especulações chegaram nessa semana passada, até mesmo já colocando o ministro Levy na rua. Tudo balela! Ele próprio veio a público desmentir e dizer que continua sólido no comando.

A presidente Dilma foi ao México, na esperança de abrir novos mercados para o Brasil. Muito difícil. Quem realmente deu um passo certo foi os EUA, ao retirar o nome de Cuba da lista de países que colaboram com o terrorismo. Isso vai abrir um novo e pujante mercado para as empresas americanas. Podemos esperar já para as próximas semanas, Cuba abrindo espaço para o retorno de empresas.

Não será nenhum susto, se uma das primeiras for o Macdonald's. Ou então alguns hotéis 5 estrelas para garantir conforto no turismo da ilha.

O volume de estrangeiros na Bovespa ainda está em movimento de alta, e com essa queda no PIB dos EUA, deveremos ver ainda mais um forte fluxo nas próximas semanas. Acompanhe nossa medida em nosso monitor de estrangeiros.

O IMA-entrada diário caiu abaixo dos 0,5 pontos, um fato que não se via há muito tempo. A aceleração dessa queda, mostra que a fase de compra de ações para longo prazo pode estar terminando. Ainda não existe perigo de forte crash nos mercados pelo mundo e essa queda rápida pode indicar que em breve poderemos ter forte rally no Ibovespa.

 

IMA crash = 0,00

IMA entrada = 0,48

 

 

A linha vermelha é a análise da transformada wavelet do Ibovespa para o nível de estresse e possível crash (quedas abruptas mas a nível de 15 minutos) e o gráfico em azul é a transformada wavelet para o nível de entrada no mercado

ANÁLISE SEMANAL - Bovespa Intradiário ( dados a cada 15 minutos)

Na última análise de 22/05/2015 foi dito: ".. Para a semana que vem, está um pouco difícil de fazer previsão do Ibovespa. Apesar do IMA-crash estar em baixa, o IMA-entrada do Ibovespa também está em baixa. Ambos estão em uma região de indecisão. Os dois índices estão na faixa de 0,1. Nesse caso a cautela é o melhor negócio. Algumas ações estão com forte alerta de compra o que pode provocar uma alta no Ibovespa...."

Na segunda-feira o Ibovespa partiu de 54 mil pontos para 54.825 pontos, mas às 16 horas começou a virar e passou a semana inteira caindo. Às 16 horas foi quando o IMA-crash atingiu seu máximo semanal de 0,2 pontos. Tanto IMA-carsh quanto IMA entrada ficaram a semana inteira no patamar de 0,1 a 0,2 pontos, praticamente constante e sem alteração ou com tendência forte para algum lugar.

Na sexta-feira o Ibovespa terminou com uma queda mais forte, na pontuação de 53.049, com preocupações sobre o PIB dos EUA, sobre a Grécia, sobre os cortes do gvoerno brasileiro e sobre as dúvidas com relação à inflação.

Para a semana que vem, o IMA-crash ainda está persistente, mas não em alta. Praticamente continua no mesmo patamar de uma semana atrás. Como o IMA-entrada está em zero, o IMA_crash vai disparar somente se algum fato positivo mais forte ocorrer. Ou então irá para zero, se algum fato novo sobre a Grécia surgir. Como na semana passada, com esses valores tão baixos, não dá para se ter perspecitvas ou previsão.

Deveremos sim ter uma semana de pregão com volumes bem baixos, pois todo mundo já está se preparando para aproveitar o feriadão de quinta-feira. Então, as oscilações deverão ser fortes, qualquer que seja o tipo de fato envolvido.

Mas algumas previsões para as ações foram de bom acerto na semana passda, pois o IMA apresentou bons alertas. Dissemos o seguinte sobre as ações da Embraer sexta-feira passada (EMBR3):

"... Mas para a semana que vem, a cautela deve fazer parte do cenário. O IMA-crash da EMBR3 está acima de 0,6 e bastante inclinado, mostrando que rapidamente chegará a 0,8 (ver figura à seguir). Provavelmente essa ação poderá sofrer um forte revés após terça-feira...."

O acerto do IMA-crash foi espantoso para a EMBR3. O leitor poderá ver abaixo, que após chegar em 0,7 o IMA-crash decretou início de queda para a ação. Ele estacionou e virou para baixo.

Depois disso, cerca de 45 minutos após o alerta, a ação começou a cair e não parou mais até o IMA_crash da Embraer zerar. Então apareceu o IMA-entrada e ação voltou a subir. Qiuando o IMA-entrada estacionou, a ação parou seu rally de alta novamente. (Veja o gráfico à seguir).

IMA-crash em comparação com EMBR3

No entanto, para as ações da VIVO (VIVT4) até o momento o IMA-entrada não se mostrou muito eficaz. Podemos observar na figura abaixo com dados de duas semanas, que apesar da queda do IMA-entrada a ação ainda não reagiu.

Pode ser que a ação tenha um rally nesse início da próxima semana, mas até o momento ainda esse fato não foi observado. A tendência de queda do IMA-entrada é um bom sinal de que altas frequências relacionadas às vendas podem estar diminuindo e poderão favorecer uma forte alta. Mas até o momento, a ação está em baixa.

IMA-entrada da VIVT4

O IMA-crah da Vale (VALE5) na semana foi muito bom. Acertou de maneira "exemplar" o alerta de queda da ação. Na figura à seguir é possível observar que quando chegou em 0,6 e parou sua tendência de alta, a ação começou sua queda forte. Dos R$ 17,75 a ação caiu forte para R$ 16,86, ou seja, desabou 5%.

IMA-crash em comparação com VALE5

Uma ação com alerta de virada forte, mas que ainda caiu pouco é da FIBR3. Como pode ser visto na figura à seguir, depois que o IMA-crash atingiu 0,8 e começou a voltar para zero, a empresa caiu pouco, de R$ 44,96 para R$ 44,17. Como o IMA-crash da empresa ainda não zerou, existe ainda uma boa probabilidade de que a empresa caia mais nessa próxima semana. É uma ação que devemos ter cautela e observar com cuidado.

IMA-crash em comparação com FIBR3

Também a Natura (NATU3) devemos olhar com cautela para essa próxima semana. O IMA-crash da empresa estacionou e está começando a tender para baixo. A ação terminou o pregão de sexta-feira em trajetória de queda. Essa é outra ação que tem boa probabilidade de queda na semana (ver figura abaixo).

IMA-crash em comparação com NATU3

Dentro do CANAL de assinantes, existem outras ações com alertas de entradas e saídas interessantes.

Acompanhe nossos indicativos na parte de assinantes do CANAL IMA-ONLINE. e saiba antes do mercado tradicional o que vai acontecer com suas ações. Venha fazer parte de nosso grupo de assinantes e desfrute de conhecer antes, o comportamento do mercado, através das frequências do IMA.

Gostou da análise semanal?

COLABORE COM DONATIVO PARA O SITE

(R$ 2,00 ; R$ 5,00 ; R$ 10,00 )

 

FATOS RELEVANTES POSITIVOS

Governo anuncia R$ 70 bilhões em cortes.

Presidente do FMI elogia programa de ajuste brasileiro.

Balanço da Petrobras é aprovado em assembléia.

CVC compra Submarino Viagens

Magazine Luiza recompra 9,93% de suas próprias ações.

 

FATOS RELEVANTES NEGATIVOS

GRÉCIA diz que não tem fundos para pagar FMI.

Presidente do BC dá sinais de que juros continuam a subir.

PIB do Brasil cai 0,2% no trimestre

PIB dos EUA tem queda de 0,7%

 

 

 

PRÓXIMA SEMANA

Produção Industrial de Abril no Brasil

Livro bege do FED

Taxa de desemprego nos EUA

Feriado de Corpus Christi no Brasil

dias observação 1420

Eventos(sinais de alerta de crash)

92
Acertos 83 (90,2%)
Falsos Alarmes 09 (9,80%)
Queda média -2,69%
Queda máxima -6,91%
Queda mínima -0,08%
Valorização média nos falsos alertas +1,46%
Valorização máxima nos falsos alarmes +2,3%
Valorização mínima nos falsos alarmes +0,2%
Tempo médio até o mínimo valor após o sinal de alerta 2,67 dias
Tempo máximo até o mínimo valor após o sinal de alerta 10 dias
Tempo mínimo até o mínimo valor após o sinal de alerta 30 minutos