Mudanças Abruptas

Análise Semanal Ibovespa

26/10/2015 a 30/10/2015

 

A semana que passou foi agitada, e por isso todo mundo merece curtir o feriadão de Finados para descansar um pouco. O mundo dos negócios foi agitado, com a Bovespa tomando tombo atrás de tombo com diversas notícias.

Nos EUA o FED aprontou para o mercado novamente, mantendo a taxa de juros básica em zero. Mas a surpresa veio com uma ou duas linhas que deverão estar no livro Bege, dizendo que a situação melhorou e que a preocupação agora é com a deflação.

Os investidores internacionais entenderam que isso é um alerta de que o FED poderá aumentar a taxa de juros já em dezembro próximo. Eles se animaram lá fora, e desanimaram aqui dentro. Alta de juros nos EUA fará o capital investido aqui sair em busca de terreno não tão lucrativo, mas seguro e com rentabilidade boa. "Menos, é mais".

Na Europa, a Volkswagen teve prejuízo bilionário pela primeira vez em 15 anos, por conta dos escândalos sobre o problema de emissão de CO2 a mais dos seus veículos.

O PIB americano foi bom, aumentou 1,5% na comparação com o mesmo trimestre do ano passado. Isso dá um ânimo extra e alívio para os investidores, que realmente estão acreditando nessa possibilidade de juros mais altos nos EUA.

A China também surpreendeu todo mundo ao baixar a taxa de emrpréstimo bancário no país. O governo chinês afirmou nessa semana que deseja dobrar o PIB do país em 10 anos. Isso levaria o PIB à um crescimento de 14% ano!

O governo chinês deseja fazer exatamente o que o Brasil fez e não deu certo. Incentivar o consumo para não deixar o PIB cair. Por isso a taxa de empréstimo caiu 0,25% nessa semana lá na China.

No Brasil os balanços começaram a ser divulgados. Todos agora esperam o balanço da Petrobras com a nova diretoria. O que será que virá? A divulgação está marcada para dia 12 de novembro, depois do fechamento do mercado.

O Congresso Nacional agora se tornou porta de colégio. Tem deputado chamando para briga ministro para a rua. Tem senador avançando sobre outro no púlpito. Tem deputado xingando outro durante discurso, só não tem votação. Nada se vota há muito tempo, nada que seja importante e bom para o país.

Por exemplo, não passou a repatriação de dinheiro não declarado fora do país. O presidente da Câmara ficou aliviado com isso. E até se diz "amigo" da presidente.

Semana que vem tem índice importante para o Brasil. Serão divulgadas as diversas taxas que medem a inflação. Será um divisor de água. Se não baixar, abrem-se as portas para nova alta na SELIC. Uma queda daria mais confiança para a equipe econômica.

O volume dos estrangeiros na Bovespa, assim como nas útimas semanas, continua em alta. Isso deve acontecer por mais alguns dias, até a definição do FED sobre a taxa de juros nos EUA. Acompanhe nossa medida em nosso monitor de estrangeiros.

O IMA-entrada diário se manteve estável em 0,8 e com a queda dessa semana, deverá permancer nesse patamar para a semana que vem.

 

IMA crash = 0,00

IMA entrada = 0,80

 

 

A linha vermelha é a análise da transformada wavelet do Ibovespa para o nível de estresse e possível crash (quedas abruptas mas a nível de 15 minutos) e o gráfico em azul é a transformada wavelet para o nível de entrada no mercado

ANÁLISE SEMANAL - Bovespa Intradiário ( dados a cada 15 minutos)

Na última análise de 23/10/2015 foi dito: "....Para semana que vem o IMA-crash nos fornece um indicativo de que segunda-feira poderá ainda ser um dia de queda, pelo menos na parte da manhã. Quando o IMA-crash atingir zero, se continuar caindo o IMA-entrada poderá aparecer, indicando bons momentos de compra para a mesma segunda-feira ou na terça-feira pela manhã...."

O IMA-crash acertou de novo. Mas a queda do IMA-crash foi bem lenta, indicando que esse martírio do tombo do Ibovespa ia demorar muito. O IMA-entrada somente apareceu na terça-feira, também devagar. A cada nova notícia, o IMA-crash caía um pouco mais com a queda do Ibovespa.

Quando o IMA-crash zerou, o IMA-entrada assumiu seu papel e disparou para seu máximo valor 1,0. Isso ocorreu quando o FED anunciou que manteria taxa zero, mas deu indícios de possível aumento em dezembro.

Dos 47.688 na segunda-feira, o Ibovespa tombou para 46.802 e parecia ser um fundo para a queda. Mas como o IMA-crash ainda não estava zerado, existia uma chance de cair mais. Quando amanheceu quarta-feira o mercado estava animado e subiu forte aqui no Brasil. O ibovespa subiu para 47.351 na quarta-feira, e então voltou a cair forte à tarde.

Para resumir, o Ibovespa terminou a semana valendo 45.868 pontos. Do início da semana até sexta-feira, o crash alertado pelo IMA no canal interno foi de 2,38%. Mas na semana passada, o IMA-crash apareceu com forte aviso quando o Ibovespa estava em 48.438 pontos. Então, dito isso, o IMA-crash alertou uma queda de 5,3% um dia antes dela ocorrer (ver figura da queda completa à seguir).

Comparação Ibov x IMA-crash

Para a semana que vem, após o feriado de Finados, podemos ter uma pequena queda na manhã de terça-feira. Mas o IMA-entrada parece querer mudar de tendência. Então se a queda do IMA-entrada se acentuar, será um bom momento de entrar comprando na Bovespa. Isso poderá acontecer na tarde de terça-feira ou manhã de quarta-feira.

Com paciência, talvez na sexta-feira que vem, bons lucros poderão surgir na Bovespa.

Outros acertos muito interessantes ocorreram, tais como esse da Vivo. O IMA-crash acertou em cheio com seu alerta a queda das ações VIVT4.

Comparação VIVT4 x IMA-crash

Queda para a RENT3 também alertada antes pelo IMA-crash.

Comparação RENT3 x IMA-crash

Queda na HYPE3 alertada antes pelo IMA-crash.

Comparação HYPE3 x IMA-crash

Acompanhe nossos indicativos na parte de assinantes do CANAL IMA-ONLINE. e saiba antes do mercado tradicional o que vai acontecer com suas ações. Venha fazer parte de nosso grupo de assinantes e desfrute de conhecer antes, o comportamento do mercado, através das frequências do IMA.

Gostou da análise semanal?

COLABORE COM DONATIVO PARA O SITE

(R$ 2,00 ; R$ 5,00 ; R$ 10,00 )

 

FATOS RELEVANTES POSITIVOS

Banco Central da China reduz taxa de empréstimo bancário

Bancários encerram greve com 10% de aumento nos salários

PETROBRAS piblica data do próximo balanço: 12 de Novembro

Lucro do BRADESCO cresce 18,5 % no trimestre na comparação anual.

FED mantém taxa básica de juros

AMBEV tem lucro de R$ 3 bilhões

PIB dos EUA cresce 1,5% no trimestre, na comparação anual.

 

 

 

FATOS RELEVANTES NEGATIVOS

PETROBRAS adia oferta pública de ações da BR-Distribuidora

EMBRAER tem prejuízo de R$ 387 milhões no trimestre

KLABIN tem prejuízo de R$ 1,34 bilhão no terceiro trimestre.

Volkswagen tem prejuízo de US$ 1,85 bi

Deficit primário poderá ser de 0,9% do PIB

 

 

 

PRÓXIMA SEMANA

FERIADO - FINADOS

Divulgação da produção industrial de Setembro no Brasil

Divulgação da Balança Comercial de Setembro no Brasil

Divulgação da inflação de outubro no Brasil (INPC, IGP-DI, IPCA)

dias observação 1524

Eventos(sinais de alerta de crash)

101
Acertos 92 (91,1%)
Falsos Alarmes 09 (8,9%)
Queda média -2,8%
Queda máxima -7,77%
Queda mínima -0,08%
Valorização média nos falsos alertas +1,46%
Valorização máxima nos falsos alarmes +2,3%
Valorização mínima nos falsos alarmes +0,2%
Tempo médio até o mínimo valor após o sinal de alerta 2,67 dias
Tempo máximo até o mínimo valor após o sinal de alerta 10 dias
Tempo mínimo até o mínimo valor após o sinal de alerta 30 minutos